Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/04/2010 - Gazeta Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpista engana bancos para pegar empréstimos milionários nos EUA


Um americano conseguiu levar vida de milionário nos Estados Unidos pegando empréstimos em bancos. Chegou a ter no bolso o equivalente a R$ 100 milhões. Mas tudo não passou de golpe. Para não pagar as dívidas, veio ao Brasil e comprou uma certidão de óbito para se fingir de morto. Acabou preso.

Em dezembro de 2007, um americano filho de jordanianos chamado Osama Mohammed El-Atari resolveu enganar bancos para pegar dinheiro emprestado, milhões de dólares. E enriqueceu.

O primeiro banco a cair no golpe foi uma agência na cidade de Vienna, no estado da Virginia. Osama saiu com US$ 5 milhões, apresentando documentos falsos. Ele fingiu ser dono de seguros de vida no valor de quase R$ 13 milhões.

Com o empréstimo, chegou a comprar quatro churrascarias. Mas a maior parte do dinheiro emprestado não era usada para expandir os negócios. Era usada para satisfazer as vontades de Osama.

Carros dos sonhos

Assim que ele pegou a primeira bolada comprou uma Ferrari. Dias depois voltou e levou uma Lamborghini. E foi montando uma coleção: comprou um Rolls-Royce de R$ 900 mil e um Bentley de quase R$ 400 mil.

A mesma papelada falsa garantiu empréstimos em pelo menos mais quatro bancos. Um golpe de mais de R$ 100 milhões.

Osama achava que a boa vida iria durar para sempre, e pagou por uma casa US$ 3,7 milhões, cerca de R$ 7 milhões, a maior parte em dinheiro vivo.
saiba mais

Forjando a própria morte

Para desaparecer sem pagar as dívidas, ele encontrou a saída no Brasil, forjando a própria morte. O americano resolveu fingir que tinha morrido no Brasil. Morto, sairia da lista dos procurados pelo FBI.

"Todo estrangeiro quando morre no Brasil, a sua morte tem que ser comunicada ao consulado respectivo", explica o delegado de defraudações, Robson Ferreira da Silva.

O Consulado Americano no Rio de Janeiro suspeitou que havia algo de errado na certidão de óbito de Osama, e avisou a polícia carioca. Os investigadores descobriram que o documento era falso. Foi vendido por um médico. Mais dois agentes funerários completaram a trama e autorizaram um falso enterro. Todos foram presos.

O grupo é acusado de forjar a morte do traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, que está foragido.

Prisão

Osama foi capturado vivinho da silva, no Texas. Preso por fraude bancária. O rapaz que aos 31 anos conseguiu comprar tudo, inclusive a própria morte, de mentira, agora só tem de verdade é uma cela numa prisão dos EUA.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 129 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal