Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

27/04/2010 - Portal Terra Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PF apura uso de vírus de computador em fraude ao INSS em SP

Por: Hermano Freitas


A Polícia Federal de São Paulo investiga a possibilidade de que um servidor do INSS tenha instalado programas espiões (spywares) nos computadores de médicos-peritos da Previdência para roubar suas senhas. Segundo o delegado da PF Wagner Santana da Veiga, que coordenou a operação para reprimir o esquema de fraude, seria através desta espécie de vírus eletrônico que o suspeito, preso nesta terça-feira, concedia benefícios de forma fraudulenta como se fosse médico. "Era um programa chamado chupa-cabras, usado para conseguir essas senhas", disse Veiga.

A operação da PF desencadeada nesta terça-feira é chamada de Operação Evidência (Hipócrates SP), em alusão à grande quantidade de vestígios deixados pelos integrantes da quadrilha. A iniciativa tem o apoio de uma Força-Tarefa Previdenciária no Estado de São Paulo, composta pela PF, pelo Ministério da Previdência Social e pelo Ministério Público Federal. Um levantamento preliminar aponta desvios de R$ 9 milhões.

Foram cumpridos 13 mandados de prisão preventiva e 23 mandados de busca e apreensão nos municípios de São Paulo, Guarulhos, Planalto, Mogi das Cruzes e Bertioga. Entre os presos está o servidor do INSS e um delegado da Polícia Civil de Guarulhos, onde ficava a Agência de Previdência Social que concedia os benefícios. O esquema durou quase um ano e houve média de 30 fraudes ao dia, durante os 45 dias que foram monitorados.

Ainda de acordo com os coordenadores da operação, para cada benefício concedido, a quadrilha recebia em média R$ 4,5 mil, destes, R$ 3 mil iam para o bolso do servidor do INSS que chefiaria o esquema. O delegado que participava do golpe garantia, além da intermediação, a segurança de que os integrantes da quadrilha não seriam punidos.

A Previdência Social deve suspender nos próximos dias pelo menos 300 benefícios concedidos pela agência de Guarulhos. Segundo a PF, a investigação cruzará a folha de ponto dos médicos peritos para descobrir quais benefícios foram aprovados fora do horário de expediente destes profissionais.

Com os suspeitos foram recolhidos comprovantes de depósito e outros papéis que comprovariam a chamada intermediação dos benefícios a quem não teria direito a pensões ou indenizações.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 227 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal