Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/04/2010 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Delegado aposentado é denunciado por grilagem no Recreio

Por: Sérgio Ramalho


RIO - O delegado aposentado da Polícia Civil Renato Caravita Araújo e outras 18 pessoas - entre elas um advogado, um policial civil da ativa, um tabelião e um escrevente que atuaram no 11º Cartório de Ofício de Notas - foram denunciados nesta segunda-feira à Justiça por promotores do Ministério Público do Rio. O grupo é acusado de formação de quadrilha e parcelamento ilegal do solo, além de crimes ambientais e patrimoniais. Conforme O GLOBO noticiou domingo, o bando utilizava laranjas, empresas de fachada e ramificações em cartórios para forjar documentos para tomar posse e vender terrenos até em áreas de preservação ambiental.

A quadrilha chefiada por Renato Caravita, segundo a denúncia, foi responsável pela falsificação de escrituras para lotear uma área de 42 mil metros quadrados, na Estrada Vereador Alceu de Carvalho, no Recreio dos Bandeirantes. No local foi erguido o Condomínio Planície do Recreio. As investigações da Delegacia de Repressão a Ações Criminosas Organizadas (Draco) revelaram inicialmente que a escritura de cessão de posse da área estava em nome de Antônio Pereira de Souza, um estrangeiro que nunca existiu.

A partir do documento forjado, o grupo desmembrou o terreno em lotes, que compõem o Condomínio Planície do Recreio. O esquema detalhado pelas promotoras Christiane Monnerat e Márcia Velasco, da 19ª Promotoria de Investigação Penal (PIP), e pelo promotor Luiz Antônio Correa Ayres, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), mostra que, entre junho de 1998 e dezembro de 2003, o laranja Sebastião Ferreira Campos teve registrado no 11º Ofício de Notas 205 escrituras de cessão de direitos possessórios, negociadas à época por R$ 55 mil, cada uma.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 385 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal