Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/04/2010 - Mídia News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Justiça determina penhora de 10% dos lucros de Uemura

Por: Bruno Garcia

Empresário foi denunciado pelo Gaeco, na Operação Gafanhoto, de liderar quadrilha em MT

A juíza Helena Maria Bezerra Ramos, responsável pela 14ª Vara Cível da Capital, determinou a penhora "on line" sobre 10% do faturamento da empresa "Comercial Uemura", do empresário do ramo de hortifrutigranjeiro, Kazuyoshi "Júlio" Uemura.

O dinheiro será utilizado para o pagamento de dívida com a empresa LPM Representações S/C Ltda., que desde 1996, vem cobrando Uemura na Justiça. Os valores deverão ser depositados na conta do Juízo, para, depois, serem utilizados para o pagamento da dívida.

O procedimento de penhora será acompanhado pelo advogado da empresa, Júlio Tardin, nomeado pela Justiça como administrador da arrecadação para quitação da dívida com a LPM Representações. O advogado receberá pelo acompanhamento honorário no valor de R$ 2 mil por mês.

De acordo com a ordem judicial o valor a ser penhorado é de R$ 11.654,60, que sofrerá atualização de 1996 até 2010, com juros e correções, a serem calculadas.

Operação Gafanhoto

Júlio Uemura foi apontado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) como chefe de uma quadrinha especializada em dar golpes no setor de hortifrutigranjeiro.

O grupo utilizaria um esquema com empresas fantasmas, de fachada e em nome de laranjas, conforme denúncia feita durante Operação Gafanhoto, deflagrada em março de 2009.

O empresário responde a processo na 15ª Vara Criminal de Cuiabá, sob responsabilidade do juiz José Arimatéa Neves, juntamente com outras 30 pessoas, que são acusados de estelionato, formação de quadrilha, corrupção, extorsão, falsificação de documentos, ameaças, crimes contra economia popular, tráfico de influência, corrupção passiva e corrupção ativa.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 233 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal