Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS



Promoção BLACK WEEK. Até o dia 02/12 valor promocional para o Treinamento sobre Fraudes Crédito e Comércio ! CLIQUE AQUI.


Acompanhe nosso Twitter

19/04/2007 - Gazeta do Povo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia investiga novo golpe no Detran

Por: João Natal Bertotti


A Polícia Civil investiga outra suposta fraude no Departamento de Trânsito (Detran) do Paraná durante a administração do ex-diretor-geral César Franco, entre 1997 e 2002. O novo golpe seria sustentado por um contrato de consultoria feito sem licitação, com quatro termos aditivos. Por ele, o Detran pagou cerca de R$ 6 milhões à Embracon Consultoria, do empresário Maurício Roberto Silva, onde, segundo o Núcleo de Repressão a Crimes Econômicos (Nurce), se fazia a lavagem de dinheiro da corrupção no governo Jaime Lerner.

César Franco e a antiga cúpula do Detran foram presos na terça-feira (17) na operação Trânsito Livre, que também levou para a cadeia advogados, consultores e empresários. As prisões ocorreram no Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Os últimos três presos foram transferidos na quarta-feira (18) de Brasília para Curitiba. Os advogados do grupo acusado de aplicar um golpe de R$ 9,5 milhões no Detran (embora o prejuízo possa chegar a R$ 19 milhões), por meio de créditos tributários inexistentes, já começou a solicitar a revogação das prisões preventivas, dizendo que elas são ilegais.

Entre os presos está uma mulher grávida de seis meses, detida no Rio de Janeiro e trazida para Curitiba ainda na terça. Ela teria sido usada como “laranja” para lavar dinheiro de corrupção no Detran, na Copel e outros órgãos públicos do estado. A mulher e outras cinco detidas na operação estão numa ala especial no Centro de Triagem Feminino de Curitiba. Já os homens foram levados para o Centro de Triagem II, em Piraquara, na região metropolitana da capital. A Ordem dos Advogados do Brasil, seção Paraná, está acompanhando o caso, pois dos 26 presos cinco são advogados.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 352 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal