Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/04/2007 - TI Inside Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Tentativas de fraudes aumentam 92% em 2006, revela Serasa


No ano passado, a Serasa, empresa de informação de crédito, registrou um aumento de 92% nos casos de tentativa de golpes detectados por seus sistemas antifraudes em relação a 2005. As perdas provocadas por empresas fraudadoras atingiram a cifra de R$ 60 milhões. O percentual de alertas emitidos também registrou um aumento significativo em 2006 ante 2005, de 27%.

Os segmentos mais utilizados como “fachada” pelos fraudadores para a aplicação de golpes são o comércio de confecções em geral, comércio de gêneros alimentícios, tanto atacado quanto varejo, e de material para construção. Os três juntos totalizaram cerca de 40% dos casos.

A Serasa desenvolveu soluções para detecção de situações que podem configurar risco de fraudes por meio de comparação e correlação de informações de sua base de dados e da análise comportamental de informações compartilhadas pelas empresas clientes. E a empresa atribui o aumento do número de fraudes detectadas ano a ano justamente ao constante aprimoramento do sistema.

Para Laércio de Oliveira Pinto, diretor de produtos da Serasa a fraude é um fenômeno recorrente, que sempre existiu e continuará existindo. “A fraude é um fenômeno que não é possível extinguir. Mas a tecnologia desenvolvida e disponível hoje permite reduzi-la significativamente.”

A Serasa listou algumas dicas de cuidados básicos sobre as características de empresas golpistas, com o fato de que dificilmente um fraudador age sozinho, normalmente faz parte de quadrilhas bem organizada, que mantêm estrutura e possuem capital de giro para bancar novos golpes. Esses fraudadores, segundo a companhia, renovam freqüentemente os “laranjas”, utilizando sempre comparsas “limpos” na praça ou se fazem passar por pessoas que tiveram seus documentos roubados. Além disso, administram vários golpes simultâneos em locais diferentes do país, onde possuem estrutura para distribuir o produto da fraude, e têm know-how avançado de aplicação de fraudes. São verdadeiras organizações que têm como business a fraude.

Por isso, a Serasa recomenda que as empresas fiquem atentas quando o volume de compras de um cliente der um salto repentino, em relação às aquisições anteriores; que tomem cuidado com as fontes de referências indicadas, pois muitas vezes trata-se de empresas conhecidas, mas com telefones falsos, atendidos pelos membros da quadrilha; que se cerque de cautela quando receber pedidos de compra por telefone de empresas desconhecidas e só libere a mercadoria, após comprovação do crédito na sua conta corrente; e que consulte os serviços de informações cadastrais.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 398 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal