Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

22/04/2010 - Brazilian Voice Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende esposa de ex-pastor acusado de fraude em New Jersey

Por: Leonardo Ferreira

Com a promessa de Green Cards, autoridades locais suspeitam que Enoc “Tito” Sotelo, 50 anos, lesou inúmeros imigrantes ilegais em milhares de dólares.

Um corpo de jurados do Condado de Union apresentou a segunda acusação contra um ex-pastor do Exército da Salvação, divulgou o promotor público Theodore J. Romankow. A esposa do ex-pastor e um indivíduo que alegava ser advogado de imigração e sua secretária também foram acusados.

O ex-líder religioso Enoc “Tito” Sotelo, 50 anos, enfrenta 18 acusações de roubo em 3º grau através de fraude, disse Romankow. A nova acusação é resultado de uma investigação anterior, durante a qual o suspeito recebeu 14 acusações de roubo através de fraude.

Primeiramente, Sotelo havia sido preso em janeiro de 2010, depois de uma investigação efetuada pela Unidade Especial da Promotoria do Condado de Union e o Departamento de Polícia de Plainfield. O réu pagou a fiança de US$ 20 mil e foi liberado.

Sotelo trabalhava para a filial do Exército da Salvação em Plainfield (NJ).

Em decorrência da primeira prisão, várias vítimas apresentaram denúncias às autoridades, ocasionando a segunda acusação, detalhou Romankow.

A esposa do réu, Vereli Sotelo, 37 anos, residente em North Carolina, rendeu-se às autoridades do Condado de Union na manhã de sexta-feira (9). Ela enfrenta 8 acusações de roubo em 3º através de fraude. O juiz estabeleceu fianças de US$ 50 mil para Sotelo e US$ 20 mil para sua esposa.

Conforme a investigação, Sotelo é acusado de prometer a estrangeiros ilegais a residência permanente (Green Card) através de um “advogado na Flórida” e, assim, coletar milhares de dólares para pagar as despesas de ida e volta à Flórida e obter os documentos, disse Romankow.

Nenhuma das vítimas, entretanto, recebeu Green Cards, pois ninguém qualificava para o programa “National Interest Waivers”, explicou Romankow.

Sotelo, que disse à cada uma de suas vítimas que ele trabalhava em conjunto com um advogado conhecido como Oscar Ruiz e, então, recebia US$ 4 mil de cada um dos lesados. Uma investigação revelou que o ex-pastor disse às vítimas que US$ 500 de cada pagamento iriam para o Exército da Salvação, ação negada pela instituição, disse Romankow.

Investigações também revelaram que Ruiz nunca foi advogado e que, desde 1999, ele havia sido barrado pela Associação de Advogados (Bar) da Flórida de executar qualquer trabalho migratório para alguém. Atualmente, ele encontra-se encarcerado na Flórida, em virtude de acusações não relacionadas ao caso em New Jersey. O réu também enfrenta 5 acusações em 3º grau de roubo através de fraude pelo Grande Júri do Condado de Union. As autoridades suspeitam que sua secretária, Dennice Gallo, fugiu para a Colômbia. Ela enfrenta 9 acusações em terceiro grau de roubo através de fraude.

A suposta fraude foi descoberta quando um determinado número de vítimas reclamou com ativistas comunitários latinos, que a denunciou à polícia. Sotelo recebeu o dinheiro entre dezembro de 2004 e fevereiro de 2006. O Departamento de Polícia de Plainfield e a promotoria pública do Condado de Union iniciaram uma investigação em abril de 2006, disse Romankow.

A Unidade de Detecção de Fraudes do Departamento de Imigração (ICE), uma ramificação do Departamento de Segurança Interna, auxiliou na investigação. O Exército da Salvação também colaborou com a investigação, concluiu Romankow.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 178 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal