Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/04/2007 - Bom Dia Rio Preto Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Cheques fraudados, sem fundo e roubados caem


A Telecheque divulgou levantamento que constata que o índice de cheques fraudados, roubados e sem fundo diminuiu no primeiro trimestre do ano.

A inadimplência com cheques no Brasil registrou queda de 0,68% no período em comparação com os três primeiros meses de 2006.

Dados da empresa de concessão de crédito no varejo apontam que nos três primeiros meses de 2007, a taxa de cheques sem fundos foi de 2,91%, enquanto em igual período de 2006 o indicador ficou em 2,93%.

Em relação aos cheques fraudados houve queda de 27,27% de janeiro a março.

Já os cheques roubados caíram 21,43%.

Prejuízo
De acordo com a pesquisa, o prejuízo financeiro dos lojistas com cheques roubados representou 0,11% do total das transações no primeiro trimestre de 2007.

Já nos primeiros três meses do ano passado, a taxa ficou em 0,14%.

Com indicador de 0,46%, o volume de cheques sustados também caiu.

Neste caso, a baixa foi de 4,17% na comparação com o primeiro trimestre de 2006, quando o índice estava em 0,48%.

Medidas
José Antônio Praxedes Neto, vice-presidente da Telecheque, destaca que a tecnologia e o aprendizado dos lojistas em relação aos golpes aplicados pelos estelionatários são destaques na redução dos indicadores.

“São muitos os recursos atualmente utilizados para conter o avanço das fraudes e o uso inadequado do cheque”, afirma o vice-presidente da empresa.

Ainda de acordo com o estudo da empresa, o consumidor continua optando pelo parcelamento na hora de fazer suas compras com cheques no varejo. Essa modalidade representou 70,58% do total das transações no primeiro trimestre de 2007. No entanto, a opção de crédito apresentou declínio de 1,48% no país em relação a igual período de 2006, quando era de 71,64%.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 341 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal