Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

20/04/2010 - Monitor Mercantil Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Onde está o risco das novas notas?

Por: Marcos Assi


Na primeira semana de fevereiro, o governo lançou as novas notas de real e as primeiras cédulas a chegar ao mercado serão as de R$ 100 e de R$ 50, justamente por serem os alvos preferidos de falsificação, conforme estatísticas. Elas estarão disponíveis ainda no primeiro semestre de 2010.

Em 2011, será a vez de substituir as notas de R$ 10 e R$ 20. As cédulas novas de R$ 2 e R$ 5 só entrarão em circulação em 2012, segundo o Banco Central.

O presidente do BC lembrou que o real foi lançado em 1994 de uma forma rápida, dentro de um plano de estabilização da moeda. Portanto, é um passo natural criar um programa de emissão de longo prazo da moeda.

Mas onde está o risco? Segundo a nossa experiência, podemos dizer que existe uma grande possibilidade de uma "desova" de notas falsas nos próximos meses, pois, em breve, as notas antigas estarão sendo recolhidas e substituídas pelas novas.

Esta mudança é de suma importância, haja vista que as notas terão tamanhos diferentes, justamente para dificultar a falsificação, com grande semelhança às notas de euro. As notas antigas de menor valor (R$ 1, R$ 2 e R$ 5) - que, em geral, são menos sujeitas à falsificação - também deverão apresentar risco de falsificação, pois serão as últimas a serem retiradas do meio circulante.

Assim, torna-se importante intensificar o processo de treinamento de seus colaboradores e alertá-los sobre estas possibilidades. O comércio sempre é muito afetado, como supermercados, postos de gasolina, praças de pedágio, entre outros ramos de atividade que trabalham com o chamado "dinheiro vivo".

A mudança é ainda necessária porque se constata uma grande quantidade notas velhas circulando no país. Isso pode ser um grande problema no futuro. Principalmente quando se olha o Brasil mais adiante no plano econômico, com as pessoas ingressando cada vez mais no mercado de consumo.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 209 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal