Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/04/2010 - O Estado de São Paulo / Ag. Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Goldman Sachs é acusado de fraude

Por: Gustavo Chacra

SEC, a xerife do mercado acionário dos EUA, acusa o banco de fraudar operações envolvendo hipotecas subprime e de lesar clientes.

Depois de escapar com lucros recordes da crise global, o banco Goldman Sachs viu suas ações despencarem 13% ontem ao ser envolvido em um escândalo de fraude. O gigante de Wall Street teria enganado investidores na negociação de investimentos que favoreceram clientes preferenciais em detrimento dos outros.

A acusação, feita pela Securities and Exchange Comission (SEC, o equivalente à Comissão de Valores Mobiliários), provocou bilhões em perdas para as vítimas, enquanto os favorecidos pela Goldman obtiveram ganhos bilionários.

A queda das ações, que se refletiu em uma perda de cerca de US$ 10 bilhões do valor de mercado do Goldman Sachs, afetou outros bancos, como o Citi. As Bolsas de Valores dos EUA e da Europa também fecharam em baixa depois do anúncio da SEC. O índice Dow Jones caiu -1,13%, mas se manteve acima da barreira dos 11 mil pontos, rompida nesta semana depois de mais de um ano e meio.

Suspeitas. Apesar do impacto, a fraude já era conhecida. O New York Times havia publicado reportagem sobre o escândalo em dezembro. No mercado americano, investidores de bancos e fundos sempre levantaram suspeitas sobre algumas operações da Goldman. Blogueiros focados em Wall Street alertavam sobre atividades controversas do banco que teriam permitido os lucros bilionários. Diferentemente da maioria dos seus rivais, a instituição se fortaleceu com a crise, enquanto outros, como o Lehman Brothers, faliram.

A acusação da SEC, além de atingir o banco de investimentos mais poderoso dos EUA, deve dar um impulso ainda maior para a reforma do sistema financeiro em Wall Street, capitaneada pelo próprio presidente Barack Obama. Ontem, Obama divulgou comunicado afirmando que as mudanças nas regras são necessárias para impedir um novo pacote de ajuda financeira com o dinheiro dos contribuintes.

A fraude. A operação, de acordo com a SEC, foi elaborada pelo francês Fabrice Tourre, vice-presidente do banco em Nova York - o cargo é intermediário na hierarquia do banco. Tudo começou quando o funcionário especializado no mercado de derivativos teria recebido um pedido do megainvestidor John Paulson para criar produtos derivados das hipotecas subprime (com elevadíssimo risco de calote). Para o serviço, ele pagou US$ 15 milhões para a Goldman. Na avaliação de Paulson, no início de 2007, a bolha imobiliária, que estava no auge, iria explodir. Outros clientes preferenciais, além do próprio banco, foram aconselhados a apostar contra o novo produto, denominado Abacus-2007-AC1.

Ao mesmo tempo, a Goldman vendeu o Abacus-2007-AC1 para clientes comuns. Até esse ponto, não há nada de errado. O problema é que, segundo a SEC, o banco informou esses clientes que uma terceira parte independente teria organizado o Abacus-2007-AC1, e não a própria Goldman junto com Paulson. Isto é, de acordo com a SEC, os clientes comuns foram enganados para o favorecimento de preferenciais, como Paulson, e do próprio banco - o investidor não foi acusado pela SEC por supostamente não ter conhecimento da fraude.

Comunicado. No meio da tarde, em comunicado, a Goldman Sachs refutou as acusações da SEC. O banco disse ter perdido US$ 90 milhões com esse produto. Além disso, disse não ter representado Paulson na operação. Acrescentou ainda que alguns dos investidores que teriam sido prejudicados sabiam dos riscos do investimento.

O banco também enfrenta suspeitas de ter sido favorecido durante a crise. A suspeita é alimentada pelo fato que o então secretário do Tesouro, Henry Paulson, foi presidente da Goldman Sachs.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 147 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal