Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/06/2003 - ComputerWorld Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Funcionário da Prodesp fraudava fichas de criminosos

Por: André Borges

Em um esquema que também envolve policias do Instituto de Identificação, um funcionário da Prodesp recebia propina para cada ficha criminal que adulterava.

Após perceber "algo estranho" em suas transações eletrônicas, a empresa de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp), segundo informou sua assessoria de imprensa, decidiu contatar a polícia para investigar um de seus funcionários suspeitos.

Autorizada pelo poder judiciário, a polícia instalou escutas telefônicas em linhas da Prodesp e acabou descobrindo um esquema de fraudes que envolve pelo menos um funcionário da companhia, além de policiais civis do Instituto de Identificação.

As investigações apuraram que o funcionário Flávio de Souza Alves – que, segundo assessoria de imprensa da Prodesp, ocupava cargo de supervisão na organização – recebia cerca de R$ 1.500,00 para cada ficha criminal que adulterava, trocando penas de crimes graves por simples infrações de trânsito.

Segundo o departamento de comunicação da Prodesp, nenhuma rede da empresa foi invadida ou danificada. "Ele ocupava um cargo de confiança e tinha uma senha que dava acesso a este material", informa.

A Prodesp não informou há quanto tempo o funcionário executava o crime, mas declarou que todas adulterações já estão sendo restauradas. Alves e os demais envolvidos podem pegar mais de dez anos de prisão. De acordo com a assessoria de imprensa, o funcionário já foi demitido por justa causa e que agora está sob julgamento.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 260 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal