Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

15/04/2010 - Jornal Floripa Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia desmonta quadrilha de golpistas em São Paulo

Os bandidos entravam nas lojas como funcionários das empresas de cartões de crédito. Instalavam o equipamento de clonagem e roubavam muito dinheiro dos consumidores.

Ainda era madrugada quando os policiais civis de Taboão da Serra se prepararam para a operação. Eram oitenta homens contra uma quadrilha de golpistas. A ação começou bem cedo para surpreender os suspeitos em casa.

Policiais pularam o muro para chegar ao homem apontado como chefe do grupo: Rivail Curvelo de Lima. Em lugares escondidos da casa os investigadores encontram máquinas de cobrança do comércio e parte do material usado na clonagem de cartões de crédito. Segundo a polícia, a montagem dos cartões era feita na casa dele e em dois escritórios.

A quadrilha foi investigada durante dois meses. A polícia descobriu que falsos técnicos instalavam as máquinas em lojas de São Paulo para copiar as informações dos cartões de crédito dos clientes. Outro equipamento fabricava cartões clonados que, em seguida, eram usados em lojas que também faziam parte da fraude.

Entre elas estão uma farmácia e a lanchonete, que funciona dentro de um posto de combustíveis em Embu, na Grande São Paulo.

Os donos dos dois estabelecimentos estão entre as nove pessoas presas por ordem da Justiça. Agora, a polícia tenta descobrir, com as operadoras dos cartões o volume de dinheiro desviado pela quadrilha.

“Os donos dos cartões normalmente não ficavam com os prejuízos porque eram ressarcidos pelas prestadores de cartões. Assim que eles entravam em contato dizendo que não tinham efetuado aquela compra, eles eram ressarcidos”, afirma Erasmo Pedroso Filho, delegado.

A assessoria da Associação Brasileira de Administradoras de Cartões e Serviços diz que o lojista só deve permitir que o equipamento seja levado quando ele mesmo solicitar o serviço.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 536 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal