Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

15/04/2010 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Preso bando paraense que agia em todo o País

Por: Emerson Rodrigues

Vítimas de São Paulo, Recife e Belém já foram localizadas pela Polícia local. Os clientes tiveram seus dados furtados.

De dois pequenos apartamentos alugados na Rua José Vilar, na Aldeota, uma quadrilha formada por cinco jovens paraenses tocava um ´negócio´ fraudulento, que envolvia compras no comércio realizadas com cartões de créditos adquiridos ilegalmente por telefone e internet. A quadrilha foi presa após uma semana de investigação dos inspetores da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), sob o comando do delegado Jaime Paula Pessoa Linhares.

Segundo a Polícia, vítimas de vários Estados já foram identificadas e o número não para de crescer a cada novo documento analisado. De acordo com o titular da DDF, uma vasta documentação apreendida em poder dos acusados está sendo minuciosamente analisada.

Em dois quitinetes na Aldeota, os inspetores encontraram os acusados Murilo Sousa da Silva, 21; Anderson Clay dos Santos Nascimento, 34; Emerson Christian Pereira Alcântara, 21; Kellen Palheta Monteiro, 31; e Alex Pereira Dutra, 22.

Manual

Com eles foram apreendidos cartões de créditos em nome de pessoas que nunca os solicitaram , comprovantes de compras e até mesmo um ´manual´ de como fazer contato com as vítimas sem levantar suspeita. "Ele (Anderson Clay) anotava tudo o que junto com os comparsas, teria que dizer durante a ligação telefônica para obter os dados das vítimas sem que estas desconfiassem", revelou.

O ´roteiro´ dos acusados, de acordo com a Polícia, era a segunda etapa do golpe, iniciada com a obtenção dos dados das vítimas. "Ele (Anderson) já trabalhou em uma empresa de telemarketing, em Belém, e, de alguma forma, se apoderou de informações sigilosas de pessoas de diversos Estados", explicou.

Os dados dos clientes estavam em boletos escritos a mão. Endereço completo, números de telefones, CPF, RG e de cartões de créditos, inclusive com os números de segurança constavam nos documentos. De posse das informações, ligavam para as operadoras e solicitavam cartões de créditos adicionais, que deveriam ser entregues no endereço onde a quadrilha estivesse hospedada.

Conforme as investigações, o grupo passava pequenos períodos em alguns Estados e depois mudava para outro local .

Vítimas de São Paulo, Salvador, Recife, São Luís e Belém já foram localizadas. "É um universo sem limites para eles aplicarem os golpes nos mais variados locais do Brasil", disse Jaime.

Compras de passagens aéreas, veículos e relógios já foram descobertas pela Polícia. Recibos datados de 2008 são indícios de que o grupo está agindo há, pelo menos, dois anos. Eles foram autuados por formação de quadrilha, falsificação de documento público, tentativa de estelionato, falsa identidade e falsidade ideológica.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 348 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal