Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/04/2007 - O Povo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Quadrilha que aplicava golpe do empréstimo é presa em SP


Após quase dois meses de investigações, cinco integrantes de uma quadrilha de Santo André, região do Grande ABC, que aplicava o "golpe do falso empréstimo" foi presa nesta quarta-feira, 11, em Santos, na Baixada Santista. A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos estima que mais de 100 pessoas tenham sido vítimas dos bandidos, que vinham aplicando o golpe a pelo menos um ano e dois meses.

Usando nomes falsos, Jéssica Santana, Cícera Souza, Newton Guedes Leão, José Iran Alencar e Edson Giraldi atuavam em um apartamento no Centro de São Vicente. A quadrilha colava panfletos em postes e pontos de ônibus de Santos, São Vicente e Praia Grande divulgando empréstimos "liberados pelo Governo Federal" que não exigiam comprovação de renda. O panfleto continha até o CNPJ de uma associação existente e o endereço na internet da Receita Federal para que as vítimas pudessem consultar o CNPJ e assim serem convencidas da regularidade do órgão.

"Eu queria encontrar com eles (os bandidos) para dar os parabéns. Eles são uns atores", disse a vítima C.S.L., de 22 anos, que não quis se identificar. C.S.L é empregada doméstica e pediu R$ 5 mil de empréstimo no dia 7 de março. No dia seguinte, ela depositou R$ 500 em uma conta passada pelos criminosos, convencida de seguro que era um seguro pelo empréstimo. "Mas não depositaram o valor do empréstimo e quando eu liguei lá e disseram que as cotas de R$ 5 mil tinham acabado e que só poderiam me emprestar R$ 8 mil". Para isso, C.S.L. fez novo pagamento, dessa vez de R$ 300. No dia 14 de março, após vários telefonemas à suposta associação, ela decidiu procurar a polícia e descobriu que tinha caído em um golpe.

Já o prejuízo da locutora Maria Tavares de Almeida Paula, de 46 anos, foi de R$ 1.311,00. Ela havia solicitado um empréstimo de R$ 10 mil e chegou a ter um cheque nesse valor depositado no banco, porém recebeu uma ligação de seu gerente informando que o cheque era roubado. Mesmo abatida, Maria admite que ainda tem esperanças de reaver seu dinheiro. "Estou contente que eles foram presos, senão iam pegar muita gente, pois falam muito bem", disse a locutora.

O delegado titular da DIG Alexandre Galante Aranha disse que os cinco criminosos vão ser indiciados por estelionato, que prevê pena de um a cinco anos, e por formação de quadrilha, crime com pena de um a três anos de reclusão. Os homens foram encaminhados para a cadeia do 5º. Distrito Policial (DP) de Santos e as mulheres para a carceragem do 2º. DP de São Vicente. "Agora estamos identificando as inúmeras vítimas", completou Aranha.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 530 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal