Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

13/04/2010 - O Dia Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Alerta contra remédios falsos

Só no ano passado foram apreendidos 333 toneladas de medicamentos piratas. Anvisa lança campanha educativa.

Rio - Trezentos e trinta e três toneladas de medicamentos falsos foram apreendidas no ano passado no País, de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Preocupada com o aumento das falsificações — em 2008, foram apreendidas 40 toneladas — a agência lançou ontem a campanha “Medicamento Verdadeiro: Você Sabe o que Está Tomando”. O objetivo é orientar a população sobre os riscos de consumir esse tipo de remédio e ensinar como identificar um medicamento falsificado.

“Ao contrário de um CD ou tênis, no caso dos medicamentos, o dano pode ser a morte, pois o indivíduo fica sem o tratamento adequado”, alertou o diretor-presidente da Anvisa, Dirceu Raposo de Mello.

Raposo ressaltou que o remédio falsificado é produzido de forma que fique bastante semelhante ao original. Por essa razão, é preciso ficar atento a detalhes na embalagem. Um deles é a raspadinha: toda caixa tem um local que, ao ser raspado, mostra o nome do laboratório. Caso o nome não apareça, é sinal de que o medicamento não é verdadeiro.

RISCO ATÉ EM FARMÁCIAS

Um dos alertas feitos pela Anvisa é de que a venda de medicamentos falsos ou contrabandeados não está mais restrita a camelôs e feiras. Atualmente, segundo Raposo, é possível encontrar os produtos em farmácias regulares, com autorização para funcionamento, e, em muitos casos, vinculadas ao programa Farmácia Popular. Para ele, o fato constitui um “agravante” ao crime.

“Isso se dá pela forma como a nossa sociedade encara o estabelecimento farmacêutico. Ele se banalizou de tal modo que alguns chegam a praticar reiteradamente esse tipo de crime. Também identificamos que, muitas vezes, esses produtos chegam não pelo sacoleiro de algum país, vêm por distribuidoras”, afirma.

De acordo com o presidente do Conselho Nacional de Combate à Pirataria, André Barcelos, entre 10% e 20% dos medicamentos vendidos em todo o mundo são contrabandeados. Consumidores podem denunciar pontos de venda de remédios falsificados à Anvisa usando o 0800-642-9782.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 215 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal