Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

12/04/2010 - Voz da Planicie Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

GNR: Notas falsas em Beja, Vidigueira, Alvito e Odemira

Por: Teixeira Correia

“Ingleses” de Leste burlam comerciantes com notas falsas de 20 e 50 euros. Beja, Vidigueira, Alvito e Odemira foram os concelhos onde os "passadores" atacaram.

Mais de dezena e meia de comerciantes, nos concelhos de Beja, Vidigueira, Alvito e Odemira, foram enganados quinta-feira e sábado com notas falsas de 20 e 50 euros, e as burlas tiveram como alvo os proprietários de cafés.

O primeiro caso aconteceu em S.Teotónio, concelho de Odemira, onde foi detido um cidadão búlgaro que entregou uma nota de 50 euros, para pagar uma despesa de bebidas, tido pela GNR como “um caso isolado”.

Na sexta-feira indivíduos, falando um fluente inglês, mas ao que tudo aponta, com origem de Leste e procedentes de Espanha, chegaram pela manhã a cafés pediram um sumo ou uma água e “pagaram com uma nota falsa, de muito boa qualidade”, revelou à Voz da Planície, o Major José Candeias, porta-voz do Comando Territorial de Beja da GNR. Os primeiros casos ocorreram no concelho de Beja, nomeadamente, n própria cidade e nas aldeias de Salvada e São Matias.

No sábado a situação foi ainda mais complicada já que os burlões conseguiram “passar” 10 notas de 20 euros, utilizando o mesmo estratagema, mas “diversificando os locais de actuação”, contou o oficial. Alvito, Vidigueira e Selmes, também neste concelho, foram o centro de actuação.

A GNR tem estado no terreno, contactando e alertando os proprietários dos estabelecimentos comerciais e procurando pistas que possam levar à detenção daquele que se crê “seja um grupo organizado”, disse o Major Candeias. “Muitos comerciantes só se apercebem do logro depois de visitando pela guarda” rematou.

Em Vidigueira, uma testemunha contou à Voz da Planície, que “um inglês entrou pediu um sumo, pagou, recebeu o troco e saiu”, só depois é que o dono do café se apercebeu de que “a nota não seria boa”, rematou.

Segundo dados a que a Voz da Planície teve acesso, a GNR já terá referenciado duas viaturas de matrícula espanhola, que pertencerão ao chamado “grupo dos 20 euros”. O bom aspecto dos meliantes e o facto de se fazerem transportar em viaturas de alta cilindrada, além de “atacaram” quando os estabelecimentos abrem as portas, não tem levantado suspeitas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 166 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal