Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

10/04/2010 - Folha de São Paulo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpistas vendem celulares falsos no interior de São Paulo

Por: Bruno Romani


No Vale do Paraíba, região do interior de São Paulo, golpistas vendem "celulares de brinquedo" como se fossem aparelhos telefônicos de verdade.

As vítimas são abordadas na rua, restaurantes e estacionamentos de shoppings e supermercados. A grande armadilha é o preço oferecido pelos produtos, muito abaixo do mercado.

Uma das vítimas é um jovem de 17 anos, que não quis ser identificado, de Jacareí, cidade a 84km de São Paulo.

Ele conta que estava conversando com amigos em uma rua do bairro onde mora, o Jardim Santa Maria, quando um carro com três homens "bem vestidos" parou e um deles fez a oferta de venda pelos celulares falsos. O preço: R$ 200 por cerca de vinte aparelhos.

Mesmo com a desconfiança dos amigos, o jovem comprou dois celulares por R$ 10 cada.

Para convencê-lo da compra, os golpistas mostravam um aparelho verdadeiro em funcionamento, idêntico ao que seria vendido.

Porém, ao perceber que o celular não funcionava, o jovem decidiu abrir os aparelhos e descobriu que dentro havia apenas uma barra de ferro de 50 gramas. Um celular, em média, pesa cem gramas.

Procurado pela reportagem, o delegado-seccional de Jacareí, Tales Prado Pinto, disse que a polícia está investigando os casos, mas que não tem mais informações.

A advogada Lilyani Peixoto diz que o golpe do celular de brinquedo trata-se de crime de estelionato e outras fraudes, com pena entre um e cinco anos de reclusão mais multa.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 241 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal