Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

07/04/2010 - Diário de Cuiabá Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia descobre homem que ganhava com empréstimo falso


A polícia descobriu mais um golpe na praça. As vítimas são funcionários públicos que acabam tendo empréstimos consignados aprovados de forma irregular, sem ao menos saber que estão adquirindo crédito. O dinheiro, no entanto não fica com os golpistas, como na maioria dos casos. O alvo deles são as comissões por empréstimos aprovados, de 10% a 15%.

Anteontem à tarde, policiais militares prenderam em flagrante Josemar da Guia Guerreiro, que usava nome falso para poder trabalhar como corretor de empréstimo. Numa semana de trabalho, ele chegou a conseguir vários empréstimos - num total de R$ 60 mil - e obteve comissão de R$ 7 mil. O golpe foi descoberto pelo gerente da corretora, que recebeu reclamações de funcionários públicos.

Policiais militares que prenderam o falsário descobriram que as vítimas assinavam um formulário em branco, sem saber do que se tratava.

Na Delegacia do Complexo do Verdão, ele acabou confessando que usava documentos falsos - seu nome verdadeiro é Josemar da Guia Pinheiro. Como responde inquérito por estelionato, resolveu usar documento adulterado. Com isso, conseguiu a vaga para corretor de empréstimo consignado.

Uma das vítimas descobriu que não tinha feito empréstimo algum e procurou a corretora. O dinheiro inclusive já tinha, inclusive, sido depositado em sua conta. O funcionário público conseguiu cancelar o empréstimo, mas a corretora pagou a comissão. O gerente da corretora acionou a PM, que levou Josemar até a delegacia onde foi autuado por falsidade ideológica e uso de documento falso.

Policiais plantonistas acreditam que o golpe pode ser maior, uma vez que muitos empréstimos ainda não foram compensados. “A questão é que ele (Josimar) estava de olho na comissão. E que não é pequena, pois em poucos dias conseguiu cerca de R$ 7 mil”, observou um policial plantonista. (AR)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 219 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal