Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/04/2010 - Água Boa News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Idosos são vítimas vulneráveis de estelionatários, alerta Polícia Civil

Por: Luciene Oliveira


Os idosos são vítimas vulneráveis de estelionatários. Frágeis e ingênuos pessoas acima de 60 anos são alvos preferidos dos golpistas. Dos crimes de estelionatos, embora as estatísticas não demonstrem a realidade, casos têm sido investigados pela Polícia Judiciária Civil. Os velhinhos, devido ao próprio porte físico, também são frequentemente vítimas de maus-tratos e abandono da família.

A preocupação da Polícia Civil é com o crescimento de uma modalidade de golpe nacional, que está relacionado a pensionistas e aposentados de órgãos federais. Os estelionatários têm acesso a banco de dados de associações, sindicatos e a dados da Previdência. Se passando por funcionário da entidade ligam para a vítima em potencial, confirmam os dados e as informam que é beneficiária de seguros que não existem. “As vítimas acham que é coisa séria porque eles fazem todo um processo de convencimento. O ardil está nisso”, ressalta a delegada Valéria Pimenta, do Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc), do Verdão...

Três casos semelhantes foram registrados recentemente na Polícia Civil. Em todos eles, as vítimas são pensionistas e recebem correspondência ou telefonemas de instituições falsas que as informam que têm dinheiro para receber. Uma das vítimas que caiu num desses golpes, tem 71 anos e é militar reformado da Marinha do Brasil. Ele recebeu uma ligação de uma pessoa que se dizia da Instituição e após confirmar todos seus dados, lhe informou que tinha direito a receber uma indenização, mas para isso precisava depositar R$ 1,8 mil. Depois a pessoa ligou novamente e disse que o valor era de R$ 40 mil, mas tinha que depositar mais R$ 1mil para o dinheiro ser liberado.

Foi só na terceira ligação que recebeu e depois de perdeu cerca de R$ 3 mil, é que a vítima percebeu se tratar de um golpe. Conforme a delegada, as vítimas são ingênuas e não confirmam nas instituições de origens se estão com algum tipo de indenização ou restituição de valores aos pensionistas. “A pessoa não pode fazer o depósito antes checar com a associação a veracidade”, orienta.

No caso do aposentado de 71 anos, o prefixo do telefone era do Estado do Rio de Janeiro e as contas para depósito em nome de pessoa física e de agências de Minas Gerais e do Espírito Santos.

Como estes golpes são praticados por pessoas de fora, a Polícia não abre investigação aqui. As informações são encaminhadas para os locais de origem, num processo de intercâmbio entre as polícias. “Os crimes não acontecem no estado, às ligações são de fora e as contas correntes também. Por isso, o alerta para as pessoas se cercarem de cuidados”, destaca Valéria.

Os golpes mais comuns contra idosos são aqueles em que os estelionatários induzem a vítima a erro para obter vantagens financeiras. A maioria dos idosos e também muita gente jovem, acaba caindo no golpe do bilhete premiado, falsos seguros ou previdência privada, planos passados de Governo, como o da era Fernando Collor. Tem os golpes, onde a pessoa liga se passando por alguma empresa, confirma os dados da vítima e depois emite boleto de cobrança referente a compras que não fez.

“Nosso nome está lista telefônica, nos mais variados cadastros disponibilizados na rede. Por isso precisamos tomar cuidados e se certificar da informação”, finaliza a delegada.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 193 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal