Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/04/2010 - Portal 45 Graus Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

TCU condena envolvidos na fraude do Polo de Confecções de Rosário-MA

Por: Julimar Silva


O Tribunal de Contas da União (TCU) detectou irregularidades em empréstimos com recursos do Fundo Constitucional de Desenvolvimento do Nordeste (FNE) e do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). A verba foi administrada pelo Banco do Nordeste do Brasil (BNB) em São Luiz (MA) para o projeto de desenvolvimento industrial Ta Chung, localizado em Rosário (MA).

O projeto tinha como objetivo montar um polo industrial para a fabricação de máquinas de costura sob responsabilidade da empresa Ta-Chung Máquinas Industriais LTDA., encarregada de implantar 65 unidades fabris e cada uma delas sob a responsabilidade de grupos dos trabalhadores da Indústria de Fabricação de Máquinas de Costura.

Em visita feita ao local, foi verificado que a situação do empreendimento e das máquinas era de abandono e que não houve treinamento dos trabalhadores. A fiscalização comprovou a concessão de crédito acima do limite, sem comprovação do recebimento dos bens e obtenção indevida de recursos pagos às empresas.

O TCU condenou o ex-gerente da agência Centro, em São Luis-MA, Moisés Bernardo de Oliveira a devolver R$ 44.818.281,96, valor atualizado, sendo que R$ 43.720.656,74 deverá ser pago solidariamente com o chinês Chhai Kwo Chheng, representante das empresas Ta-Chung Máquinas Industriais LTDA e Jiann Lian Comércio Importação e Exportação Ltda., fornecedora dos equipamentos.

Moisés Bernardo de Oliveira e José de Ribamar Reis de Almeida, representante da projetista Almeida Consultoria Ltda., deverão devolver solidariamente R$ 876.719,30, valor atualizado. Os valores devem ser pagos ao FNE e ao FAT.

Moisés Bernardo de Oliveira, Chhai Kwo Chheng e José de Ribamar Reis de Almeida, foram multados em R$ 110 mil, R$ 100 mil, R$ 10 mil, respectivamente. Eliel Francisco de Assis, ex-gerente de negócios do BNB, também foi multado em R$ 5 mil, pela concessão irregular de empréstimos a 65 grupos de trabalhadores vinculados ao pólo industrial Ta Chung. Os valores deverão ser recolhidos ao Tesouro Nacional.

Cópia da decisão foi enviada à Procuradoria da República no Estado do Maranhão. O ministro Benjamin Zymler foi o relator do processo. Cabe recurso a decisão.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 210 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal