Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/04/2010 - Portal Terra Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PM investiga lavagem de dinheiro em compra de 100 mil engradados


A denúncia do Ministério Público (MP) que resultou em 19 mandados de prisão expedidos contra integrantes da quadrilha que domina a Favela da Rocinha foi baseada numa investigação da Polinter que revela um grande esquema de lavagem de dinheiro do tráfico por meio de empresas fantasmas e 'laranjas'. Um dos alvos da investigação foi a compra de quase 100 mil engradados de cerveja entre agosto e dezembro do ano passado.

O número, que chamou a atenção dos policiais civis, foi descoberto após uma ação realizada em um campo de futebol num clube nobre do Joá. Na ocasião, policiais cumpriram mandando de prisão de um foragido da Justiça, que participava de pelada de amigos, e detiveram Vanderlan Barros de Oliveira, o Feijão, um dos denunciados pelo MP. Com ele, foram apreendidas faturas de pagamentos e notas fiscais de compras de cervejas.

As encomendas não haviam sido feitas por Feijão, mas por um assessor parlamentar lotado no gabinete do vereador Claudinho da Academia. O funcionário chegou a prestar depoimento e disse que tudo havia sido comprado para 'festas promovidas na Academia R1'. Pela quantidade adquirida nesses meses, exatamente 94.104 cervejas, entre latas e garrafas, totalizando R$ 104.867,13, a polícia passou a desconfiar da versão apresentada.

Outro dado curioso: as entregas sempre foram feitas na garagem de ônibus localizada na Curva do S, na Estrada da Gávea. Distante da academia, o lugar é o principal ponto de festas e eventos promovidos pelo tráfico da Rocinha, onde bandidos circulam armados com fuzis, pistolas e até bazucas. Mas o responsável oficial pela compra ainda não foi indiciado. A promotora Ana Lúcia Melo, da 25ª Promotoria de Investigação Penal (PIP), entretanto, incluiu seu nome entre os 15 que serão convocados a depor na 40ª Vara Criminal.

Já Vanderlan é apontado como um dos 'laranjas' do esquema encabeçado por Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem. Segundo as investigações, Feijão é tratado como tesoureiro do tráfico e, por meio de duas empresas, de gelo e de acessórios de veículos, lavava dinheiro da quadrilha.

Encomenda de R$ 12 mil com mesas e cadeiras

Apesar de o responsável pelas compras de cerveja ter afirmado que tudo iria para a Academia R1, os gastos na terceira semana de agosto de 2009 chamaram a atenção. No dia 19 daquele mês, foram emitidas duas notas fiscais. A primeira relativa a 30 mesas e 120 cadeiras, custando R$ 4.500; e outra de 50 mesas e 200 cadeiras, por R$ 7.500. No dia seguinte, foram adquiridas 1.200 garrafas de cerveja por R$ 1.957,80.

No dia 22, mais 10.032 cervejas, entre latas e garrafas, custaram R$ 10.543. Tudo foi entregue na garagem da Curva do S. O lugar é o mesmo onde, na noite seguinte, o grupo O Rappa fez a gravação de seu DVD com ingressos esgotados e milhares de pessoas do lado de fora.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 249 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal