Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

31/03/2010 - Jornal Floripa Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia do Rio desmonta esquema de fraude no pagamento do IPVA

A polícia acabou com esquema que tirava IPVA do Rio de Janeiro e levava para o Espírito Santo.

No térreo de um pequeno prédio em Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo, funciona um pequeno salão de beleza. Mas 80 donos de carros do Rio de Janeiro usavam esse endereço para enganar o fisco.

As investigações da Delegacia Fazendária no Rio demoraram nove meses. Os agentes descobriram que donos de carros que residem no estado do Rio estavam emplacando seus carros no Espírito Santo, só para pagar menos IPVA.

Os agentes se passaram por interessados no golpe e comprovaram a oferta dos vendedores.

"Em um carro desse, por exemplo, R$ 60 mil mais ou menos, você pagaria no Rio de Janeiro, R$ 2.400,00 de IPVA anual. No Espírito Santo você vai pagar metade, R$ 1.200,00", diz o vendedor.

A fraude ficou registrada nos livros que os despachantes do esquema usavam para anotar os nomes dos motoristas. As placas apreendidas mostram que dava até para escolher em qual município o carro ficaria registrado.

Em Bom Jesus do Norte, a polícia se surpreendeu: o município capixaba tem onze mil carros, quase o dobro do número de eleitores, que é de seis mil.

Os motoristas que transferiam a placa do carro ainda contavam com um serviço especial. Todo ano o despachante avisava a data de vencimento do imposto, como mostra uma gravação feita pela polícia.

"Ele liga para você e vai te dizer: 'olha, o IPVA está vencendo tal dia. Você vai manda o dinheiro e ele vai te cobrar um serviço de R$ 80,00, já vai mandar para você um 'verdinho (Renavan) 2010', tudo certinho, sem problema nenhum. O carro não tem que ir lá fazer vistoria, não tem que fazer nada", afirma o vendedor.

Agora a economia pode sair cara. "A pessoa acaba respondendo por falsidade ideológica, sonegação de imposto no Rio de Janeiro, e ainda dependendo do esquema pode entrar até em formação de quadrilha", explica o chefe de polícia, Alan Turnovsky.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 242 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal