Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

31/03/2010 - Portal Caparaó Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem finge ganhar na Mega Sena, fecha negócios e engana moradores de Matipó

Por: Carlos Henrique Cruz


José Jorge de Jesus, 32 anos, tem apelido de artista e fez festa enganando moradores de Matipó nos últimos meses. Conhecido como Elton Jhon, ele comprou fazenda, carros e até uma casa e estava circulando com dez seguranças. Nesta terça-feira, o golpe caiu. Todos descobriram que ele não ganhou na Mega Sena, como estava afirmando.

Morador do bairro Exposição, Elton Jhon comentava na cidade que foi ganhador na Mega Sena e teria sido contemplado com 23 milhões. A história veio por terra depois de levantamentos da Polícia Militar e Civil da cidade.

MURIAÉ

O falso ganhador da loteria começou a ostentar um novo padrão de vida e a transitar em Matipó acompanhado de seguranças. Com isso, surgiram vários comentários e o fato motivou um primeiro contato da Polícia Militar. Na época, “Elton Jhon” contou aos policiais que fez uma aposta em uma lotérica de Muriaé e ganhou 23 milhões de reais no sorteio de 28 de novembro do ano passado.

Com apoio da Polícia Militar de Muriaé, os policiais de Matipó levantaram que o último prêmio de valor pago naquela cidade foi há três anos. Na Caixa, o prêmio de 28 de novembro não teve ganhador e ficou acumulado. A partir daí, a polícia confirmou que ele não havia acertado as dezenas do prêmio principal.

NEGÓCIOS

Com boa conversa e alegando que o dinheiro estava depositado no banco, pois teria sido enganado para fazer uma aplicação e não podia sacar o prêmio, José Jorge conseguiu fazer bons negócios. Segundo o site Matipó Vip, ele contratou um táxi “fiado” dizendo que estava sem dinheiro e prometendo pagar assim que o banco liberasse seus milhões. Daí para frente começaram as extravagâncias.

“Elton Jhon” teria encomendado dois carros em uma agência de Ipatinga: um Mitsubishi Pajero e um Ford Fusion avaliados em torno de 150 mil reais. Ele também teria fechado negócio numa agência de carros e uma casa em Ipatinga por 1.680.000 reais e até providenciou a documentação para a compra. Segundo os levantamentos, ele esteve em Guarapari para “comprar” um apartamento, porém não finalizou a negociação.

Segundo a Polícia Militar, ele fez um contrato de compra e venda de um sítio na zona rural de Abre Campo pelo valor de 550 mil reais. Em Matipó, teria feito até um churrasco no final de semana na nova fazenda para comemorar. Até a carne foi comprada na base da promessa de pagamento, de acordo com o site Matipó Vip.

SEGURANÇAS

A história estava se alastrando, pois o suposto ganhador já circulava com seguranças pela cidade. Aproximadamente dez homens deixaram o trabalho para acompanhar o novo milionário. “Ele convidou algumas pessoas para trabalhar com ele prometendo salários altos. Muitos, mediante todas essas negociações, confiaram, desfizeram seus negócios e dispuseram de suas economias.”, registra a Polícia Militar.

Segundo os dados, um deles vendeu uma oficina de bicicleta, outro parou de trabalhar como taxista e ainda um terceiro deixou de dar aulas em três, além de outros que também estavam trabalhando para o “ganhador da Mega Sena”.

ACABOU A ALEGRIA

Com apoio de vários policiais militares, foi desencadeada uma ação nesta terça-feira, 30, para resolvers de uma vez a situação. Os policiais começaram abordando os seguranças em um dos veículos que dava suporte ao “milionário”. Ao contarem o que estava acontecendo, os funcionários explicaram que “Elton Jhon” estava desaparecido e que o prazo para o pagamento do sítio, da casa e dos carros terminava nesta quarta-feira, 31.

A partir de informações, policiais encontraram o falso ganhador em Santa Margarida. Ele foi preso sob a acusação de estelionato e conduzido até a Delegacia de Polícia de Matipó. “Ele admitiu que realmente não havia acertado na loteria, porém estava com medo de desmentir a história, pois todos já estavam confiando nele”, descreveram os militares.

José Jorge chegou a procurar as agências bancárias de Matipó várias vezes para saber acerca de aplicações financeiras. Ele alegou que os demais envolvidos não sabiam da real história e pensavam realmente que estava milionário.

“Elton Jhon” foi ouvido e liberado no inquérito aberto pela Polícia Civil sobre o caso.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 448 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal