Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

30/03/2010 - ClickPB Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Barreto denuncia supostas doações fantasma e assinaturas falsas nas contas de RC

Por: Janildo Silva


Munido de uma verdadeira “montanha” de documentos, o professor Francisco Barreto, ex-secretário de Articulação Política da Prefeitura de João Pessoa, concedeu uma entrevista coletiva na manhã de hoje (30), onde fez sérias acusações contra o prefeito de João Pessoa e pré-candidato ao governo do estado da Paraíba, Ricardo Vieira Coutinho (PSB). No auditório da Ordem dos advogados do Brasil, Seccional Paraíba, local escolhido para a coletiva, Barreto apontou a existência de doadores fantasma e supostas assinaturas falsificadas nos recibos eleitorais, emitidos em 2008, durante a campanha em que o chefe do executivo municipal foi reeleito. "Aqui não vai nenhuma crítica a Justiça Eleitoral", esclareceu.

O ex-auxiliar do prefeito mostrou vários recibos sem a assinatura do doador da campanha e alguns, inclusive sem a comprovação de depósito.

Para complicar ainda mais a situação. Barreto revelou que a maior parte dos depostos foram feitos após o expediente bancário na agência do Banco do Brasil que se localiza no prédio do Centro Administrativo Municipal. “Não entendo isso. Será que criaram um expediente especial para que os depósitos de campanha do senhor prefeito fossem efetuados”, questionou.

Entre os doadores de altas quantias estão, conforme as declarações de Barreto, várias empreiteiras e fornecedores da prefeitura da capital. “Eles não podem admitir isto por motivos óbvios, mas foram coagidos a fazer as doações como a do jantar de adesão, sob risco de perderem outras coisas”, insinuou. E completou: “Não me venha dar uma de Gilberto Kassab”, fazendo referência prefeito de São Paulo que foi acusado de receber doações ilegais de fornecedores e empreiteiras ligadas ao seu governo.

Um dos recibos, conforme Barreto, foi emitido em nome do deputado federal Manoel Júnior, mas este teria negado qualquer doação. “Alguns recibos estão inclusive sem a assinatura do doador, ou seja, não existem são peças fantasma”, reiterou.

Já outro documento, em nome do ex-deputado Gilvan Freire (PMDB), atesta uma doação de R$ 10 mil. “Gilvan me negou ter feito este depósito e garantiu que a assinatura que consta no recibo é falsa”, revelou.

Segundo o professor os documentos foram entregues pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE/PB) há pouco mais de 15 dias, fato que impediu que a denúncia fosse formulada antes.

GASTOS ZERADOS

Em um depoimento que versava sobre supostas irregularidades na prestação de contas do pré-candidato socialista, Francisco Barreto citou curiosidades sobre a campanha do socialista “que não teve que desembolsar nem um centavo para a abertura de seu comitê”. “Se alguém souber me dizer como ele conseguiu isso eu fico muito grato, mas o custo do comitê do senhor prefeito foi de zero reais, igualmente as despesas com pessoal e encargos sociais, que também não existiram”, ironizou.

Com carro de som as despesas do socialista, conforme denúncia de seu ex-secretário, também não existiram. “Lembrem do que foi a campanha de Ricardo. Será que ele não gastou nada com carro de som”, questionou.

Da mesma forma, Barreto apontou que “o custo declarado de anúncios em jornais e revistas, além de comícios também foram zerados, não sendo feita nenhuma doação para os mais de 200 candidatos a vereadores que integravam sua coligação”.

Os dados teriam vindo de um resumo das contas de campanha emitido pelo próprio TRE.

Barreto destacou ainda que mesmo com a aprovação das contas, resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), prevê que na existência de crimes em casos como este, nada impede a investigação e eventual punição.

VALORES QUESTIONADOS

Outra curiosidade é que uma doação de campanha, em nome do Partido Socialista Brasileiro, Diretório Nacional, foi assinada por Edvaldo Rosas, nos valores individuais de R$ 300 mil e R$ 200 mil, somando R$ 500 mil. Rosas também teria assinado recibos referentes aos serviços de assessoria jurídica dos advogados José Mário Porto e Edísio Souto. “Ele deve ser o maior colecionador de procurações do Brasil”, brincou Barreto

Também existiriam recibos de carros alugados a míseros R$ 27 a diária e o custo do guia eleitoral, conforme Barreto teria sido de apenas R$ 329 mil.

O OUTRO LADO

Muitos vereadores da bancada de sustentação do prefeito Ricardo Coutinho desmereceram as denúncias de Barreto. Para a vereadora Sandra Marrocos (PSB), as declarações do ex-secretário não passam de "fantasiosas".

Em entrevista, o prefeito se defendeu partindo para o ataque contra Barretoe classificou o mesmo como um “cidadão que foi afastado da Prefeitura por causa de improbidade administrativa, quando deu dinheiro e comissões a amigos sem a autorização do prefeito”. E mais: “Barreto mais uma vez chega atrasado. Fala o que quer e não apresenta nada concreto. Ele será mais uma vez desmoralizado na Justiça”, dispara.

Por fim, o prefeito socialista disse que estas denúncias fazem parte de mais uma estratégia do atual governador José Maranhão (PMDB) para tentar tumultuar sua renúncia da Prefeitura. “As denúncias não vão dar em nada, porque minha imagem é muito mais forte do que este tipo de besteira. Minha imagem vai continuar intácta, porque se existe um político que não dá trabalho à justiça eleitoral, este sou eu”, concluiu.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 209 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal