Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

31/03/2010 - Angola Press Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Guiné-Bissau: PJ no encalço da rede de notas falsas de euros


Bissau - A Polícia Judiciária da Guiné-Bissau deteve três indivíduos suspeitos de estarem ligados a uma alegada rede que introduziu "grande quantidade" de notas falsas de euros no país, disse hoje (quarta-feira) à Lusa uma fonte da corporação.

Segundo a fonte da PJ guineense, a rede atua na zona de Bafatá e Gabú, no leste do país, onde estará a tentar introduzir as notas no mercado junto dos pequenos comerciantes locais.

"O dinheiro é proveniente de um país europeu, entrou no país via Bissau, só que a rede tem medo de fazer circulá-lo aqui, por isso preferiu ir para Bafatá e Gabu. Os donos desse dinheiro julgam ser mais fácil enganar as pessoas lá", disse a fonte da PJ, ligada ao gabinete de luta contra o crime organizado e branqueamento de capitais.

"Já capturamos três pessoas, um nacional, um senegalês e um cidadão da Guiné-Conakry", disse a fonte, sublinhando que a PJ está no encalço de "mais pessoas ligadas ao processo".

"Quem trouxe o dinheiro ainda não foi capturado, mas havemos de lá chegar muito brevemente", afirmou ainda a fonte.

Para já, a PJ capturou cerca de 1500 euros em notas de 50, 20, 10 e cinco euros, mas acredita que "mais, muito mais está em circulação" sobretudo na zona leste do país.

A fonte da polícia explicou ser normal a circulação, neste período do ano na Guiné-Bissau, de notas falsas devido à campanha de comercialização da castanha do caju, principal produto de exportação.

"Os falsificadores aproveitam-se da campanha do caju para fazer passar notas falsas, porque com a campanha as pessoas às vezes podem não ter atenção ao dinheiro em circulação", afirmou a fonte da PJ, que preferiu não ser citado.

"Muito brevemente vamos falar sobre este caso, aí traremos todos os dados desse assunto", concluiu a fonte.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 259 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal