Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

24/03/2010 - O Documento Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Oitenta por cento das novas ligações de água em VG são clandestinas


De janeiro à primeira quinzena de março deste ano, foram instaladas 319 novas ligações residenciais de água pelo Departamento de Água e Esgoto de Várzea Grande (DAE-VG). Dessas, pelo menos 80%, ou seja, 255 eram clandestinas.

As ligações irregulares de água, os populares “gatos” – mecanismos usados para furtar água da rede de abastecimento – foram identificadas pelo DAE-VG através do serviço de interligação da nova rede de abastecimento. Segundo o diretor-presidente do órgão, Jeverson Missias, a maioria são consumidores residenciais, mas também existem em pequenos comércios.

Nesse período, o trabalho foi executado em sete bairros da cidade. A maior concentração de furto de água foi encontrada na Vila Artur, onde foram feitas 160 ligações novas; no loteamento Asa Branca, foram 70 ligações; no Jardim União, 45 ligações; no Hélio Ponce, 40 e no bairro Joaquim Curvo apenas quatro.

1O Departamento alerta que as ligações irregulares de água causam contaminação da água tratada, além de alterações de vazão e pressão no abastecimento. “A prática também prejudica o cliente regular, que acaba pagando o custo da água furtada e o meio ambiente, já que quem frauda não faz um uso racional dos recursos naturais”, destaca Missias.

Segundo o setor técnico do DAE, ligações clandestinas são caracterizadas por serem feitas no ramal paralelo à instalação do hidrômetro; por ligações de água feitas diretamente da rede mestra para dentro de uma residência; ou mesmo danificando o hidrômetro com o uso de imãs, arames, alfinetes e outros materiais para intervir na leitura.

Estas práticas são indevidas e consideradas como fraudes que causam sérios problemas ao sistema público de abastecimento de água. A população pode ajudar a fiscalização através do “Alô Diretor”, um serviço de 0800 gratuito que recebe as solicitações dos usuários e as encaminha para os setores responsáveis. O telefone é 0800.645-3230

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 181 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal