Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

24/03/2010 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Professor é indiciado por crimes de estelionato

Por: Honório Barbosa


Cedro. Após dez dias de investigação, a Delegacia Regional de Polícia Civil de Icó concluiu, ontem, o inquérito que apura irregularidades praticadas pelo professor Reginaldo Caetano de Souza, 32 anos. Segundo a Polícia, Souza coordenava nesta cidade a Faculdade Leonardo da Vinci, que oferecia, de forma irregular e ilegal, cursos de Pedagogia e Serviço Social. Cerca de 60 alunos foram vítimas da fraude. Ontem, ao meio-dia, o inspetor da Polícia Civil, Jéferson Tiago da Silva, protocolou o inquérito no Fórum de Justiça de Cedro. O professor Reginaldo de Souza, que foi preso em flagrante, permanece na cadeia local. O delegado Adriano Félix indiciou Souza pela prática de crimes de Estelionato, em caráter continuado e violação de direito autoral.

O advogado do acusado já entrou no Fórum de Cedro com pedido de relaxamento da prisão do professor, mas o juiz de Direito, Cristiano Leitão, aguardava o inquérito policial para decidir sobre o caso.

Outro caso de funcionamento de cursos de nível superior de modo irregular está sendo apurado pela Delegacia de Várzea Alegre. Foi aberto inquérito para investigar reclamações de alunos de um curso de Biologia. Há fortes indícios de irregularidades e os estudantes e professores estão sendo ouvidos.

Nos últimos anos, aumentou a oferta de cursos de nível superior em cidades do Interior do Ceará. Estudantes que concluíram o Ensino Médio veem a oportunidade de ingressarem numa Faculdade e fazem o curso, muitas vezes, sem questionar a qualidade do ensino e legalidade da instituição, podendo ser vítimas de golpes. Foi o que aconteceu com dezenas de alunos da Faculdade Leonardo da Vinci. A instituição funcionava há um ano e meio.

A Faculdade Leonardo da Vinci mantinha cursos de Pedagogia e Serviço Social. Funcionava na Escola de Ensino Fundamental Francisca de Jesus Cavalcante, antigo prédio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Apesar dos alunos pagarem as mensalidades ao próprio coordenador, e não em uma instituição bancária, contratos mal elaborados entre alunos e professores, houve demora em desconfiar que a instituição fosse apenas de fachada.

Reginaldo de Souza não esboçou reação quando foi preso em flagrante em casa, no Cedro. Policiais apreenderam também computador, recibos, material didático e contratos.

Cerca de 60 alunos frequentavam os dois cursos. Pagavam uma mensalidade no valor de R$ 200,00. Segundo a Polícia, alguns estudantes estavam se preparando para estagiar. "Alguns alunos desconfiaram e nos informaram sobre o funcionamento da Faculdade", contou o inspetor da Polícia Civil, Rogério Andrade. "Entramos em contato com a verdadeira Faculdade Leonardo da Vinci, em Santa Catarina, e descobrimos que aqui tudo era uma fraude".

A Polícia apurou ainda que o professor Reginaldo trabalhou como coordenador da Faculdade Kuriós de Maranguape, em Cedro. A função deu-lhe confiança. Segundo o inspetor Rogério Andrade, os alunos, vítimas do golpe, vão ingressar na Justiça com o objetivo de pedir indenização por danos morais e materiais. Na Secretaria de Educação informaram que só a secretária Perpétua Braga poderia falar sobre a cessão da escola pública municipal para o professor, mas ela estava ausente e não atendeu ontem o celular. O acesso ao prédio foi liberado na administração passada.

MAIS INFORMAÇÕES
Delegacia Regional de Polícia Civil em Icó, (88) 3561. 5551
Fórum de Justiça de Cedro
(88) 3564. 0561

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 217 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal