Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

23/03/2010 - PB Agora Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PRF e GOE prendem africanos que tentavam aplicar golpe do “dólar preto” em João Pessoa


João Pessoa, 23/03/2010 - Dois estrangeiros de origem africana foram presos na manhã nesta terça-feira (23) quando tentavam aplicar o golpe do “dólar preto” na orla da capital paraibana.

A Polícia Rodoviária Federal através do Núcleo de Inteligência recebeu informações de policiais rodoviários federais do estado do Mato Grosso, de que Africanos estariam entrando ilegalmente no Brasil para aplicar esse tipo de golpe em diversos estados.

Durante as diligências foi observado duas pessoas com características africanas em companhia de um ex-policial rodoviário federal na orla de João Pessoa. Em seguida o ex-policial foi alertado quanto à suspeita sobre a dupla. A partir deste momento alertado sobre a possibilidade de trapaça, este passou a colaborar com a equipe de inteligência da PRF e, na continuidade da investigação, foram informados que tais africanos já estavam tentando aplicar o golpe contra um empresário, sobrinho do ex-policial.

A dupla estava hospedada em um “flat” na Praia de Cabo Branco, e tentou convencer o empresário a arranjar 40 mil em cédulas legítima do dinheiro americano para fazer a substituição pelos papeis que supostamente seriam dólares pintados de preto, que segundo um dos acusados, aqueles dólares eram oriundos da ONU, destinados para ajudar países pobres do continente africano e que teriam sido entregues a uma “ONG” e essa teria feito o desvio para lavagem do dinheiro em Países da America do Sul.

A PRF juntamente com o ex-PRF, contactou com o Grupo de Operações Especiais – GOE da Polícia Civil que, em parceria, deflagrou a Operação Savanah, que resultou na prisão de Pempeme Ouramou, 21 anos, natural de Camarões e Karamoko Aime Malet, 31 anos, da Costa do Marfim.

O Golpe

O golpe que já vinha sendo aplicado desde 2008 no Brasil, na grande São Paulo, São José do Rio Preto, Curitiba e até mesmo em Brasília, consiste em oferecer uma cotação baixa pelos dólares, explicando que as notas voltariam ao normal depois de receber um reagente químico. Em notas verdadeiras, eles aplicavam o suposto reagente para enganar a vítima. Essa era a parte mais importante do golpe. Em seguida, eles diziam que o líquido tinha acabado e era muito caro. Eles então pediam dinheiro à vítima para comprá-lo e desapareciam. A vítima ficava com a maleta cheia de papel. Em João Pessoa, o “modus operandis” da dupla, era um pouco diferente. Eles afirmaram para vítima que tinham dois milhões de dólares em notas pintadas de preto, e precisavam de no mínimo 50 mil dólares, e que uma vez as cédulas verdadeiras colocadas entre as pintadas de preto, quando recebessem o reagente as cédulas seriam reveladas.

O acordo foi firmado em 40 mil dólares que a vítima entregaria e ficaria em poder de um dos trapaceiros, que seria o químico responsável pela transformação. Após 48 horas a vítima receberia a quantia de $600 mil dólares pela colaboração. Os dois após terem recebido voz de prisão foram conduzidos para Delegacia do GOE e em seguida para Central de Polícia de João Pessoa. Eles irão responder pelos crimes de falsificação e estelionato.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 274 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal