Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

23/03/2010 - Diário do Grande ABC Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem é preso aplicando golpe em agência bancária

Por: Tiago Dantas


"Sou o gerente do banco, precisa de alguma ajuda?" A frase até poderia ser dita por alguém oferecendo um favor. Mas não era. Funcionava como ponto de partida para os golpes que o desempregado Delon Wong, 39 anos, aplicava em clientes de agências bancárias da região. Preso por estelionato pela primeira vez há 17 anos, Wong foi detido novamente ontem por policiais civis de Santo André.

A partir de 1993, foram quatro prisões por aplicar golpes e por receptação - em 1994, 1997, 2005 e 2007. Morador da Liberdade, bairro de forte imigração oriental na região central de São Paulo, Wong teria dito, em depoimento à polícia, que já enganou clientes de bancos na Capital, em Jundiaí (no Interior), em Osasco (Grande São Paulo), em São Bernardo e em Diadema. Ontem, foi a vez de se passar por gerente de uma agência do Itaú na Vila Gilda, em Santo André.

Uma cliente do banco percebeu que aquele senhor de olhos puxados não usava crachá e avisou policiais do Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos) que estavam do lado de fora. "Os policiais participavam da Operação Pagamento, para coibir roubos nas saídas das agências bancárias, quando receberam a denúncia", explicou o delegado Alberto José Mesquita Alves.

Wong foi detido na saída do banco com nove cartões diferentes do Itaú - nenhum no nome dele. "Ele oferecia ajuda principalmente para os idosos, que têm dificuldade para usar a máquina. Em determinado momento, trocava o cartão da vítima por um dos nove que carregava consigo", conta o delegado Alves. O golpista memorizava a senha e a usava, depois, para sacar dinheiro. "Por isso é importante verificar se o funcionário usa crachá."

Uma pessoa que caiu no golpe e uma das donas dos cartões de Wong já foram identificadas. Outras vítimas do golpista podem ir até a sede do Garra (Avenida Dom Jorge Marcos de Oliveira, 11, Vila Aquilino) ou telefonar para 4421-3269.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 351 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal