Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

22/03/2010 - Folha de São Paulo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Governo vê em bingos porta para a lavagem de dinheiro

Por: Johanna Nublat e Maria Clara Cabral

Para órgãos federais, estrutura de fiscalização é insuficiente para coibir crime.Reabertura de casas de jogo está na pauta de votação da Câmara; "projeto de lei prevê medidas de controle", dizem os defensores de liberação.

O projeto que libera os bingos e as máquinas caça-níqueis abre um precedente para práticas como lavagem de dinheiro em razão da falta de estrutura para fiscalização de jogos de azar, segundo entendimento de órgãos do governo.
O texto é listado como uma das prioridades do semestre na pauta da Câmara. Apenas DEM, PSDB e PSOL são contrários à votação. A proposta permite a abertura de casas exclusivas para bingos, videobingos e videojogo, onde poderiam jogar maiores de idade não viciados em jogo. As casas terão de devolver em prêmios entre 70% e 80% das apostas.
Entidades interessadas na reabertura dos jogos fazem intenso lobby no Congresso. A Abrabin (Associação Brasileira dos Bingos) alega que a reabertura das casas irá criar 250 mil empregos, diretos e indiretos, e uma arrecadação anual de impostos de R$ 7 bilhões.
A questão é outra, segundo os que se opõem aos jogos. "Ainda não existem mecanismos de regulamentação e fiscalização suficientes capazes de evitar a atuação lucrativa de organizações criminosas que tenham potencial para atuar nessas atividades", afirmou Romeu Tuma Jr., secretário-executivo da Enccla (fórum que reúne os Três Poderes contra a lavagem de dinheiro). Ele também é secretário nacional de Justiça.
Segundo a Folha apurou, os ministérios da Justiça e da Fazenda têm restrição ao projeto por entender que a falta de estrutura não permite fiscalização eficaz. Na última semana, a Justiça atuou nos bastidores para frear a votação do texto.
O presidente do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras, um dos órgãos citados no texto para fiscalizar), Antonio Gustavo Rodrigues, afirma que o conselho, com 40 funcionários, não tem condições de assumir essa responsabilidade. "Não veria problema em aprovar o bingo, desde que se fizesse uma entidade com a função de supervisioná-lo. Não é imaginar que a Receita ou o Coaf vão fazer isso."
Deputados levantaram a hipótese de jogar para a Caixa Econômica Federal a responsabilidade pela fiscalização. A CEF não respondeu à Folha.
O governo tem mantido distância do assunto, ainda mais polêmico por ser ano eleitoral. Além de não haver consenso no Executivo, o tema está ligado ao primeiro escândalo de corrupção do governo Lula.
Em 2004, após apoiar a regulamentação dos jogos de azar, Lula baixou medida provisória proibindo os bingos como resposta ao caso Waldomiro Diniz -então assessor da Casa Civil flagrado ao pedir propina e doação a empresário do jogo.
Os defensores do texto dizem haver instrumentos previstos no projeto para evitar crimes. "A Fazenda brasileira vai se dizer menos competente que as Fazendas da América [que têm o jogo legalizado]?", questionou Olavo Sales da Silveira, presidente da Abrabin.
A Fazenda e a Receita não se manifestaram sobre o projeto.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 214 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal