Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

07/04/2007 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Esquema de fraude na Polícia Federal do AM


Manaus. Um esquema de fraudes com utilização de notas fiscais frias, empresas fantasmas e superfaturamento que desviou mais de R$ 20 milhões da Polícia Federal do Amazonas, de 2001 a 2005, é investigado pelo órgão e tem como envolvidos nas supostas irregularidades agentes federais e administrativos. O caso é investigado sob sigilo de Justiça há dois anos por um inquérito que tramita na 4ª Vara da Justiça Federal, resultado de uma sindicância, já concluída, e auditoria do TCU (Tribunal de Contas da União). Vinte e sete pessoas são acusadas de envolvimento. Todas foram indiciadas no caso.

Os crimes tipificados no inquérito são formação de quadrilha, inserção de dados falsos em sistema de informações, crime contra a paz pública e crimes contra a lei de licitações. O superintendente da PF do Amazonas, José Renan Rocha Ribeiro, disse que, em 2006, um processo administrativo disciplinar apurou infrações dos servidores envolvidos no caso. O resultado da apuração foi despachado para a direção da PF, em Brasília. A decisão sobre a demissão dos servidores é exclusiva do ministro da Justiça.

O esquema era operado por 36 empresas fantasmas, a maioria com endereços fictícios. O esquema limitava os pagamentos em valores inferiores a R$ 8.000, teto permitido pela legislação para dispensar as licitações. As empresas eram responsáveis por emitir notas frias de compras que não chegavam na sede da PF do Amazonas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 348 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal