Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/04/2007 - O Globo Online / Diário de SP Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Crescem fraudes no relógio de luz em SP

Por: Cibele Gandolpho


SÃO PAULO - O número de fraudes no consumo de energia elétrica — conhecidas popularmente como 'ratos' — subiu no último ano, segundo levantamento da Eletropaulo. No jargão da empresa, os 'gatos' são as ligações clandestinas. Em 2005, foram registradas 62.500 irregularidades nos 24 municípios do estado onde a distribuidora atua, incluindo a capital.

Os “ratos” são feitos por clientes da concessionária que pagam as contas de luz em dia, porém fraudam o medidor de energia (relógio) ou o cabeamento para que seja registrado um consumo menor do que o real. Entre as principais fraudes estão o desvio de energia e a paralisação do relógio em dias alternados.

Segundo a Eletropaulo, a empresa perde 12% do faturamento com “gatos” e “ratos” anualmente. Só no ano passado, a distribuidora perdeu R$ 600 milhões. Para diminuir as fraudes, a Eletropaulo realizou 487 mil inspeções. Em 2005, foram 450 mil inspeções. Em 2006, esse número chegou a 82 mil, um crescimento de 31%. O número total de consumidores da concessionária é de 5,5 milhões.

Quando a fraude é detectada, a empresa comunica o morador e dá um prazo de 15 dias para que a situação seja regularizada, sob risco de corte de energia.

A Eletropaulo também apurou o número de ligações de 'gatos' e constatou que a prática está diminuindo em São Paulo. Em 2005, 480 mil ligações foram identificadas e, no ano passado, este número caiu para 400 mil gatos. A concessionária informou que a previsão para 2007 é que a redução continue, chegando a 345 mil.

Essa queda é resultado de inspeções feitas pela distribuidora e pelo Programa de Regularização. Em 2005, a Eletropaulo regularizou a situação de 36 mil famílias que tinham ligações clandestinas. Em 2006, foram outras 80 mil, permitindo que a empresa contabilize em 2007 a recuperação de R$ 40 milhões. A previsão para este ano é regularizar 55 famílias.

Dívida é parcelada em até 24 meses

Quem quiser regularizar “gatos” e “ratos” na ligação deve procurar a Eletropaulo, que facilita o pagamento da dívida em 24 meses. A conta também pode ter descontos. O morador receberá a conta de luz mensal, calculada pela Tarifa Social Baixa Renda, que é 50% mais barata que a normal.

Nos três primeiros meses após a regularização, a conta de luz informa o consumo total de energia, mas a Eletropaulo só vai cobrar, no máximo, 150 kWh (quilowatts/hora) por mês. Ou seja, se o morador consumir 200 kWh, ele vai pagar só 150 kWh ou se usar 90 kWh, vai pagar apenas os 90 kWh.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 487 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal