Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/03/2010 - Gazeta Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

BME prende quadrilha que clonava cartões de banco

Por: Melina Mantovani


Uma quadrilha que clonava cartões de banco foi presa nesta quinta-feira (11) pelo Batalhão de Missões Especiais (BME) da Polícia Militar. O bando instalava uma micro câmera nos terminais eletrônicos para descobrir a senha dos usuários e clonar os cartões com um equipamento conhecido como chupa-cabra. Na casa dos bandidos foram encontrados os equipamentos utilizados na fraude, além de produtos comprados com o dinheiro sacado em diferentes agências bancárias da Grande Vitória.

A quadrilha era composta por Ueliton Souza de Jesus, 32 - considerado o chefe do grupo, com passagem pela polícia por estelionato -, Angélica Oliveira Santos, 21, Ademilson Santos Costa, 36, e Genilson Ferreira da Silva, 32. Todos foram presos após o BME cumprir os mandados de busca e apreensão na casa dos bandidos e também em dois estabelecimentos comerciais.

Nesses locais foram apreendidos quatro televisores de plasma, um notebook, um computador, radiocomunicadores, aparelhos de cartões de crédito, além de uma réplica de um terminal eletrônico, usado por eles para treinar a instalar as câmeras. Uma quantia de R$ 3 mil também foi encontrada com o bando.

O tenente do BME Charles Souza da Silva, contou que os bandidos eram investigados a algum tempo, desde que as agências perceberam a movimentação contínua do grupo nos bancos. "Algumas agências bancárias estavam tendo irregularidades nos caixas eletrônicos. Essa informação foi repassada para o nosso serviço de inteligência que começou a fazer o acompanhamento dos indivíduos suspeitos. Por meio das informações conseguidas em campo, o juiz expediu os mandados de busca e apreensão", explicou o tenente.

Os presos são dos Estados de São Paulo e Bahia. "Eles cometem esse tipo de delito na Capital e depois seguem para a cidade de origem", complementou o tenente Charles.

Compras

O esquema foi comprovado depois que os policiais descobriram que os bandidos tinham um estilo de vida que não condizia com a renda deles. Apenas a mulher trabalhava em um shopping de Vila Velha e os demais estavam desempregados.

Os homens não trabalhavam e, mesmo assim, um deles comprou um bar, no bairro Goiabeiras, em Vitória, no valor de R$ 25 mil. Além disso, todos os produtos apreendidos foram adquiridos com o dinheiro roubado, segundo o BME.

A quantia desviada pelo grupo ainda não foi levantada pela polícia. Não há informações, também, sobre quantas pessoas foram prejudicadas pelo esquema de clonagem de cartões.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 381 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal