Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/03/2010 - Correio da Manhã Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

João Vieira Pinto mentiu à Polícia Judiciária

Por: Henrique Machado

Processo: Suspeito de fraude fiscal e falsas declarações

Fraude fiscal e falsas declarações são os crimes de que João Pinto é suspeito, no processo em que as autoridades estão a investigar parte da verba (quatro milhões de euros) que recebeu quando assinou pelo Sporting, em 2000.

Segundo soube o CM, o ex-jogador terá sido apanhado a mentir à PJ, ao começar por afirmar que não recebeu os quatro milhões de euros, facto que depois contradisse.

Depois da primeira versão, em que apenas disse ter recebido cerca de cinco milhões de euros do Sporting pelo contrato que assinara por quatro anos, o jogador – arguido há mais de um ano – resolveu alterar as declarações quando José Veiga, empresário que intermediou o negócio, foi detido. Nessa altura, João Pinto confirmou ter recebido mais quatro milhões de euros, verba que as Finanças nunca conseguiram tributar.

Era ainda testemunha no processo, supostamente uma vítima de burla, e foi apanhado a mentir. A constituição de arguido por parte da PJ foi automática. Na 2ª feira, foi novamente ouvido, com o objectivo de ajudar a perceber o rasto dos quatro milhões. Só que João Pinto não terá ajudado, ao justificar uma confusão na mistura de dinheiro com o acerto de contas do seu divórcio com Carla Baía. A PJ espera agora o resultado do cumprimento de cartas rogatórias para o estrangeiro, onde pede informações, nomeadamente sobre contas offshore. Contactado pelo CM, João Pinto não quis prestar declarações. A investigação deve acabar até ao Verão.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 230 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal