Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/03/2010 - Band Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpe com falso antivírus deve ser o pior de 2010, aponta pesquisa


Uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (10) pela empresa de segurança McAfee mostra que o “scareware” – um falso software antivírus – deve ser o golpe mais nocivo aos usuários durante este ano. De acordo com o levantamento, a ameaça pode resultar em perdas financeiras e danos significativos aos computadores dos internautas.

Segundo a companhia, o programa malicioso faz aproximadamente um milhão de ataques por dia em todo o mundo. Os laboratórios da McAfee estimam que os cibercriminosos lucrem mais de US$ 300 milhões no mundo todo aplicando golpes nos usuários que o instalaram em suas máquinas.

A pesquisa constatou um aumento de 660% na quantidade de ocorrências do software no decorrer dos últimos dois anos e um aumento de 400% nos incidentes relatados nos últimos 12 meses.

Como funciona

O falso antivírus abre uma janela na tela do usuário e avisa que seu computador pode estar vulnerável. Para disfarçar, os cibercriminosos criam logotipos de falsas empresas de segurança parecidos com os legítimos. A janela que se abre solicita que o usuário examine o computador em busca de vulnerabilidades ou adquira o "software de segurança" que, na realidade, é um malware disfarçado.

Os cibercriminosos fazem com que as vítimas do “scareware” em todo o mundo insiram informações sobre seus cartões de crédito, o que lhes dá acesso ao computador e aos detalhes bancários do usuário.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 226 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal