Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/03/2010 - A Tribuna Mato Grosso Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Quando a esmola é grande…


Esta semana, a notícia da prisão de três indivíduos acusados de cometer um crime de estelionato (art.171 do CP), aplicando o golpe da venda de pneus com preço muito a baixo do mercado, trouxe à baila uma discussão tão antiga quanto a própria história da humanidade: os limites da ambição humana.
Sim, porque nessa modalidade criminosa acontece a junção de duas vertentes da ambição, uma vicissitude humana que sempre resulta em prejuízo à uma das partes.
A ambição do golpista é conseguir lucro fácil, através do engodo, do embuste, da enganação; e do outro lado, as vítimas, muitas vezes motivadas pela inocência, desconhecimento e na maioria das vezes vislumbrando a oportunidade de um “Bom Negócio Lucrativo”, caem nas armadilhas engendradas pelos golpistas, e ao invés do lucro acabam auferindo prejuízos morais, materiais e financeiros.
As orientações que se dão nesses casos é para que as pessoas desconfiem sempre destas chamadas “excelentes oportunidades de negócios”. A verdade é que ninguém consegue fazer milagres e a matemática financeira não dá margem para este tipo de negociação, sem o consequente prejuízo. Ninguém em sã consciência, compraria um produto de R$ 100,00 e o venderia por R$ 70,00 ou R$ 50,00, sem amargar sérios prejuízos. Então, por mais tentador que possa parecer uma oferta de negócio, essa pergunta deve sempre ser levada em conta: Por que a pessoa se dispõe a vender tão barato o seu produto? Das duas uma: ou ele não vai lhe entregar o produto, ou a mercadoria é de origem duvidosa, podendo muitas vezes ser de origem ilícita, como furto ou roubo. E ainda existem aqueles chamados golpes por telefone, onde invariavelmente os golpistas oferecem facilidades ou vantagens absurdas, e os incautos acabam tendo prejuízos financeiros, justamente por se deixarem levar pela ambição do lucro fácil e a possibilidade de se dar bem obtendo vantagem na negociação. Por isso, como bem diz o ditado, uma coisa é certa: o barato às vezes sai caro. Ou ainda aquela máxima: quando a esmola é grande o santo desconfia. Por isso, desconfie sempre de ofertas e facilidades com vantagens muito grandes. Você pode estar entrando numa fria e pode amargar sérios prejuízos materiais, financeiros e até morais, tendo que ir parar numa delegacia, por conta da aquisição de algum produto de origem ilícita.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 207 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal