Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

01/03/2010 - Diário de Pernambuco Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Samico é vítima de falsificação

Por: Pollyanna Diniz

Site negocia peças sem veracidade do gravador pernambucano e de outros artistas brasileiros.

Desde a década de 1970, o artista plástico Gilvan Samico trabalha numa só obra por ano. A regra não foi seguida religiosamente todo esse tempo, conta o artista; mas o seu processo de trabalho normalmente exige um prazo de maturação. "Pra fazer uma gravura, tenho que descobrir um pretexto. Aí começo a fazer desenhos, rabiscos. É um 'negócio danado'. Faço as vezes 40 desenhos, um a partir do outro, com pequenas modificações. Só depois vou ampliar para o tamanho da gravura", explica. Mesmo depois de todo esse exercício (que nem está completo, ainda tem a gravação, a prova, as alterações), Samico ainda se depara com falsificações das suas obras.

Há pouco mais de um mês, o artista encontrou-se por acaso com um comerciante de obras de arte. "Ele estava muito feliz porque disse que tinha vendido duas gravuras minhas, de uma mesma obra. Quando perguntei qual era, veio a surpresa: não tinha feito aquela obra". Pouco tempo depois, Samico recebeu em sua casa um vendedor quequeria confirmar a veracidade da xilogravura. Novamente, a mesma obra falsificada.

A gravura Cristo Redentor e os Arcos da Lapa, supostamente de autoria de Samico, também está sendo comercializada na internet, no site Mercado Livre. Há imagens, inclusive, que detalham a obra, com a assinatura que seria do artista pernambucano, o ano (1979) e a informação de que aquela é a 23ª reprodução de um grupo de 50.

O vendedor anuncia a obra por R$ 1900 e, na mesma página (que tem espaço para perguntas e respostas), até recusa a proposta de um comprador, que ofereceu R$ 1 mil, à vista. "Obrigado pela oferta, é uma obra muito especial. Como é muito grande só posso mandar pelo correio sem moldura. A obra está em perfeito estado, era de um colecionador que trata muito bem suas obras. Melhore sua oferta que faremos negócio", responde. A única obra que Samico fez em 1979 foi O guardião, um trabalho vertical que tem retratados animais e cenas de temas mitológicos, comuns à trajetória do artista.

"Isso já tinha acontecido antes, no mesmo site, mas não tinha chegado a esse ponto de eu ver essas obras aqui no Recife", diz Samico. Da última vez, há cerca de seis meses, por intermédio de uma advogada, o site retirou a oferta do ar, o que deve acontecer novamente. "Não quero dizer o nome dos vendedores que falaram comigo pessoalmente, não acredito que tenham feito de má-fé. Mas quero impedir que outras pessoas sejam lesadas".

No Mercado Livre, o mesmo vendedor oferece muitas ofertas - são 10 páginas de quadros, gravuras, desenhos. Diante da falsificação da obra de Gilvan Samico, a autenticidade das obras é, no mínimo, duvidosa. Há, por exemplo, uma serigrafia atribuída a Di Cavalcanti, pela pechincha de R$ 700; um desenho de Tarsila do Amaral por R$ 1.125; uma xilogravura de Lasar Segall (R$ 6 mil); e uma tela de Vicente do Rêgo Monteiro - quem quiser se arriscar pode depositar a bagatela de R$ 60 mil.

Gilvan Samico orienta os seus clientes a entrar em contato com ele para adquirir as obras. O contato pode ser feito pelo e-mail da nora de Samico - joziane@hotlink.com.br . "Também tenho o catálogo de uma exposição que fiz no Banco do Brasil, há quase 10 anos, que tinha todos os meus trabalhos, mas não está atualizado", afirma.

O artista plástico de 81 anos está atualmente trabalhando no projeto de uma nova obra. Sobre a possibilidade de fazer uma exposição, Samico diz que não está nos seus planos por enquanto. "É difícil reunir obras para fazer uma nova mostra".

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 691 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal