Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

27/02/2010 - O Documento Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Civil prende três acusados do golpe da venda de pneus


A Polícia Judiciária Civil prendeu três pessoas acusadas de aplicarem o “golpe da venda de pneus”, na tarde de sexta-feira (26.02), em Rondonópolis (212 km ao Sul). O esquema envolvia um vendedor e dois empresários, tudo de fachada. Foram presos o suposto vendedor Adão Dias da Silva, 62, o falso empresário Paulo Augusto Ramos, 62, e José Tadeu de Araújo Amorim, 40, que seria dono de uma loja de revenda de carros.

A vítima é dona de uma borracharia na cidade de Querência (945 km a Noroeste) e viajou quase mil quilômetros do município até Rondonópolis, com a falsa proposta de comprar pneus de carretas oferecidos por R$ 800,00 cada, mas com preço de mercado em R$ 1.600,00, por peça. O comerciante chegou na quinta-feira (25), pela manhã, e encontrou Adão Dias, na Prefeitura. Este simulou trabalhar para um empresário do ramo de transportes que estaria ministrando uma palestra numa faculdade, sendo o comparsa Paulo Augusto.

O suspeito Adão informou que os pneus estariam depositados numa revendedora de veículos. Vítima e acusado foram até a loja e ambos recebidos pelo terceiro envolvido José Tadeu de Araújo. Depois seguiram até a faculdade para o fechamento do negócio. Mas antes, a vítima passou na agência bancária (sempre acompanhada por Adão) para a retirada de R$ 30 mil.

Já na faculdade, a vítima permaneceu aguardando do lado de fora. Enquanto Adão e Paulo entraram para conferirem o dinheiro. Só que eles saíram de imediato sem que a vítima percebesse. Os suspeitos fugiram em veículo Ford Eco Sport, conduzido por José Tadeu.

Depois de perceber que havia sido enganado, o comerciante acionou a Polícia Civil que iniciou as investigações, conseguindo o número da placa do veículo usado e, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal de São Vicente, obtiveram êxito na detenção dos estelionatários, que seguiam para Cuiabá onde moram.

Foram recuperados R$ 24.750,00, sendo R$ 20 mil encontrados pela PRF e R$ 4.750,00 pelos policiais civis na meia de Adão, após revista pessoal. O dinheiro recuperado foi devolvido à vítima. Conforme o delegado Claudinei Lopes, em interrogatórios, os autores confessaram a ação criminosa e o "modus operandi". “Os comerciantes são encontrados pela lista telefônica e negociados a venda dos pneus. Com os valores reduzidos, as vítimas se interessam pela oferta e o golpe é aplicado”, explicou Lopes.

O delegado informou que outras vítimas deverão ser ouvidas nos próximos dias, por crimes praticados no final de 2009 e início de 2010 envolvendo os presos.

O preso Adão confessou que vive de jogos de baralho e golpes, tendo anteriormente processado criminalmente por estelionato em Cuiabá, Várzea Grande e Pontes e Lacerda. Já Paulo, igualmente, foi indiciado por estelionato no Mato Grosso do Sul e em Mato Grosso por crimes de estelionato, falsificação de documento particular, formação de quadrilha e receptação.

Todos foram autuados por estelionato e encaminhados à Cadeia Pública.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 181 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal