Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

20/02/2010 - Jornal da Cidade de Bauru Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Taxista da Capital é preso acusado de colocar ‘chupa-cabras’ em Bauru

Por: Rodrigo Ferrari e Ieda Rodrigues


Um motorista de táxi residente no bairro de Itaquera, na Capital, foi preso ontem em Bauru acusado de ter instalado uma mini-CPU no caixa eletrônico bancário que funciona dentro de um supermercado da Vila Falcão. O equipamento, popularmente conhecido por “chupa-cabras”, tem a capacidade de extrair e armazenar dados de cartões magnéticos de correntistas que, posteriormente, poderiam ser transferidos para cartões virgens, inclusive com numeração da senha. Então, de posse destes cartões, o portador poderia realizar saques das contas das vítimas sem que elas percebessem.

Mas, desta vez, o golpe não deu certo. Não só o “chupa-cabras” foi apreendido, como esporadicamente já ocorre em Bauru, como a Polícia Militar prendeu o suspeito de ter instalado o sistema. Trata-se de Renato Mizael dos Santos, 33 anos, que teve a prisão em flagrante ratificada pela Polícia Civil, na Delegacia de Investigações Gerais (DIG). Na delegacia, informalmente, ele confessou o delito, relata o delegado Cledson Luiz do Nascimento, da DIG.

Santos ainda citou que é integrante de um esquema com outros envolvidos, cabendo a ele a instalação e vigilância do “chupa-cabras” e posterior transferência dos dados para cartões clonados para os futuros saques. “Ele afirmou ter chegado hoje (ontem) a Bauru e posteriormete iria para a cidade de Marília”, acrescenta o delegado.

A prisão de Santos ocorreu após um segurança do mercado ter desconfiado da presença do homem nas proximidades dos caixas eletrôncios. Após ser avisada por técnico que prestava manutenção de que um dos caixas estava com chupa-cabras, a segurança do mercado acionou a Polícia Militar, que deteve o taxista ainda dentro do mercado.

Santos foi preso por volta das 12h30. Durante a abordagem, a PM encontrou com ele uma caderneta com várias senhas bancárias anotadas. Ele foi autuado em flagrante por furto qualificado mediante fraude, cuja pena é de 2 a 8 anos de reclusão e encaminhado à Cadeia Pública de Duartina. O carro que ele usava foi apreendido. A prisão do taxista confirma que criminosos de outras cidades estão agindo em Bauru, como o JC publicou na última segunda-feira.

Neste ano, antes de ontem, a última apreensão de “chupa-cabras” em Bauru ocorreu no final de janeiro. Na ocasião, o equipamento foi achado em uma máquina da agência da Caixa Econômica Federal da avenida Nações Unidas. Ninguém foi preso. Em outubro do ano passado, “chupa-cabras” foram apreendidos em caixas eletrônicos instalados dentro de dois supermercados de Bauru. Também ninguém foi preso.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 435 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal