Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS



Promoção BLACK WEEK. Até o dia 02/12 valor promocional para o Treinamento sobre Fraudes Crédito e Comércio ! CLIQUE AQUI.


Acompanhe nosso Twitter

24/03/2007 - O Povo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Estelionatário vende carros alugados

Por: Nicolau Araújo


Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFV) estão à procura de um homem que se passou por um funcionário do alto escalão da Petrobras, para aplicar golpe contra uma empresa de locação de veículos. De acordo com o titular da delegacia especializada, delegado Romério Almeida, o pernambucano Argemiro Pereira de Lima Filho, o Miro, 48, está com um mandado de prisão em aberto. A acusação é a falsificação de contratos da BR Distribuidora e a locação de cinco veículos que deveriam ser utilizados para o transporte de servidores da Petrobras. "Ele (Argemiro Pereira) é uma pessoa ardilosa (com astúcia) e é procurado pelas polícias do Ceará, Pernambuco e do Rio Grande do Norte, por crimes como estelionato, receptação (aquisição de produtos roubados ou furtados) e furto qualificado", ressaltou o delegado Romério Almeida.

Dos cinco veículos locados, Argemiro Pereira conseguiu vender dois: um por R$ 5 mil e o outro por R$ 8 mil. "As pessoas que compraram os carros foram averiguadas e nada têm a ver com o golpista, apenas tentaram adquirir os carros diante de uma boa oferta. O Argemiro disse para elas que a documentação dos carros seria entregue em breve. Os outros três veículos também foram recuperados por nossa delegacia", afirmou o delegado Romério Almeida. Apesar dos carros resgatados, a empresa de locação teve um prejuízo estimado em R$ 30 mil.

Os veículos recuperados foram encontrados no estacionamento de um prédio, onde Argemiro Pereira teria alugado um apartamento de luxo, na Praia de Iracema. De acordo com o proprietário do imóvel, o acusado alugou o apartamento também se passando por um funcionário do alto escalão da Petrobras, mas há oito meses estava em atraso com o aluguel. Segundo o inquérito instaurado na DRFV, o falso funcionário teria dito que o atraso se devia a problema burocráticos para o repasse do dinheiro. O proprietário do imóvel também ficou sem alguns eletrodomésticos e objetos de decoração do apartamento. Na fuga, Argemiro Pereira teria levado o material. O prejuízo com a locação do imóvel foi estimado em mais de R$ 25 mil.

O POVO apurou, junto ao site da Junta Comercial, que o acusado possui uma empresa instalada no Estado, desde fevereiro de 2002, com situação legal.

Na Messejana, a Polícia prendeu na manhã de ontem o receptador José Fagner Alves Gomes, o Waguinho, que estava com parte do material roubado de uma chácara, há cerca de uma semana. O acusado alegou em depoimento que comprou notebooks, impressoras e monitores de plasma pela quantia de R$ 1,5 mil. Segundo a Polícia, José Fagner responde por crime de triplo homicídio e será investigado pela participação no assalto à chácara. A ação contra o dono da chácara foi considerada pela Polícia como violenta, quando os assaltantes espancaram, amordaçaram e amarraram a vítima.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 829 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal