Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

06/02/2010 - Região Noroeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Policia investiga denúncia de desvio de medicamentos da Prefeitura


A Policial Seccional de Fernandópolis vai investigar a partir de segunda-feira, uma denúncia anônima de desvio de medicamento na Farmácia Municipal de Fernandópolis. Na manhã deste sábado, dia 6, policiais estiveram na Central de Saúde para averiguar possível fraude na compra de medicamentos, acusando o assessor do diretor de Saúde, Edjair Martins Tosta.

A operação foi conduzida pelos delegados seccionais de polícia Orestes Carósio Neto e Diomar Pedro Durval que estiveram no local após a denúncia e constataram que Edjair Tosta usava o telefone da Central de Saúde para avisar alterações no concurso para contratação de agentes de saúde.

Edjair teria sido acusado de desvio de medicamento, mas o fato não foi confirmado pelos delegados que se negaram a dar maiores informações sobre a operação e não confirmaram a denúncia. Orestes Carósio disse que não falaria nada até ter mais dados sobre o caso.

Na Farmácia de Edjair os mesmos delegados e uma equipe da Vigilância Sanitária fizeram a vistoria em busca de medicamentos que supostamente teriam sido desviados da Farmácia Municipal. A única possível irregularidade foi encontrada no medicamento psicotrópico utilizados no combate da ansiedade, agitação, insônia, angústia, depressão. O medicamento estava fora das embalagens e foram apreendidos pela Policia.

Em entrevista a Rádio Difusora, o diretor de Saúde, José Martins Filho, disse que desconhece a autoria da denúncia, mas confirmou que estava havendo falta de medicamentos na Central e em farmácia de Postos de Saúde da cidade.

A Prefeitura de Fernandópolis deve divulgar uma nota oficial na segunda-feira sobre o fato.

Edjair Tosta alega perseguição política, mas não quis falar sobre o assunto após ser orientado pelo seu advogado.

No momento em que os delegados estavam na Farmácia de Edijair, uma candidata ao cargo de agente de vetores para saber maiores informações sobre alteração do local da prova que seria realizado neste domingo.

Andressa Guabiraba Pinheiro confirmou que Edjair ligou para sua casa para falar sobre alguma alteração do concurso, mas ela não estava. O recado foi dado à mãe dela Claudete Vieira Pinheiro.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 518 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal