Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

09/02/2010 - Portugal Diário Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Vereadora do Porto nega envolvimento em facturas falsas

Guilhermina Rego está a ser «vítima de um engano judiciário», diz advogado de empresas ligadas ao processo

A vereadora do Conhecimento e Coesão Social da Câmara do Porto, Guilhermina Rego, negou esta terça-feira o envolvimento no processo das facturas falsas num negócio de sucatas, informa a Lusa.

«A vereadora Guilhermina Rego foi a primeira a falar, para dar satisfações sobre as notícias vindas a público. Basicamente, limitou-se a distribuir a cópia de uma carta que ela própria remeteu para o "Jornal de Notícias". Na carta, a vereadora refere que herdou a empresa, mas que não tinha responsabilidades e que não passa tudo de uma cabala», declarou o vereador da CDU, Rui Sá.

De acordo com o «Jornal de Notícias», «um grupo de 17 indivíduos vai responder em tribunal por ter provocado um gigantesco prejuízo ao Estado, entre 1999 e 2003, mediante um esquema de facturas falsas em negócios de sucata», encontrando-se Guilhermina Rego entre os arguidos.

«Rui Rio é muito lesto a pôr em causa a honorabilidade política dos adversários, como fez com Francisco Assis e com Elisa Ferreira, durante as campanhas eleitorais, mas quando são os seus apaniguados que estão em causa, encara isto com toda a compreensão. Espero que pense nisto, para, no futuro, ter cuidado quando lança a primeira pedra», observou Sá.

A Câmara do Porto admitiu que conhecia o processo, mas sustentou que não existe qualquer envolvimento de Guilhermina Rego nos factos que lhe deram origem.

António Lobo Xavier, advogado de empresas ligadas ao processo, acentuou que Guilhermina Rego está a ser, neste processo, uma «vítima de um engano judiciário», que «não aconteceria se a justiça comum tivesse esperado pelo epílogo do processo em sede do Tribunal Administrativo e Fiscal».

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 218 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal