Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

07/02/2010 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

DDF investiga novo tipo de estelionato

Carlos Augusto Santana de Sousa, o ´Gordo´, foi detido com cinco cartões em nome de pessoas diferentes.

Inspetores da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) estão investigando um novo golpe praticado por estelionatários em Fortaleza. A ação criminosa consiste na aquisição de dados de diversas pessoas e na solicitação de cartões de créditos com um ´simples´ preenchimento de um cadastro pela Internet. As vítimas têm seus nomes usados de forma fraudulenta sem imaginar o que os golpistas estão fazendo de posse de cartões, supostamente ´legais´.

Na última semana, Carlos Augusto Santana de Sousa, o ´Gordo´, foi detido, em sua residência com cinco cartões de créditos, em nome de pessoas diferentes, com limite de compra de até R$ 4 mil. Os cartões eram recebidos em endereços diferentes, o que levantou as suspeitas.

Após algumas diligências e consultas via Internet, a investigação da DDF, comandada pelo delegado Jaime Paula Pessoa Linhares, identificou alguns pontos de fragilidade no sistema utilizado pelos golpistas. Segundo o delegado, Augusto afirmou que "criou" personagens e os nomes e os dados seriam falsos. "Descobrimos que as pessoas que ele disse serem personagens existem, e alguns dos dados utilizados, como CPF, são verdadeiros, o que derruba essa versão", afirmou.

O delegado confirmou que uma média de cinco Boletins de Ocorrência (B.Os) são registrados todos os dias. Os relatos são semelhantes, pessoas que nunca solicitaram cartões, recebem faturas com altos valores. Outros imaginam que tiveram seus dados ´clonados´, mas conforme as investigações, eles podem ter se transformado em ´personagens´ dos estelionatários.

Outra particularidade que foi observada é que a maioria das vítimas são do Interior do Estado. "Percebemos que existe uma fragilidade em todas as etapas do sistema, desde a solicitação dos cartões, passando pela conferência dos dados, até a entrega", ressaltou Linhares.

Os serviços de entrega também estão sendo investigados. "Eles fornecem dados falsos, números de telefones públicos, mas na hora da entrega a pessoa precisa assinar , para receber o cartão solicitado. Como eles conseguem facilmente isso, ainda é fruto da nossa investigação".

Facilidade

Durante os preenchimentos dos formulários pela Internet, os golpistas utilizam profissões como auditor fiscal, para facilitar a aprovação. Dados, como salário, endereço, e carteira de identidade, são falsos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 883 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal