Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

05/02/2010 - Jornal Pequeno Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Vereador de Grajaú é preso acusado de vender CNHs falsas

Segundo a polícia, as cédulas eram oferecidas por até R$ 1.500.

O vereador de Grajaú, Remilson Sousa da Silva (PDT), mais conhecido como “Remilson das Flores”, de 41 anos, foi preso na manhã de ontem, acusado de vender Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) falsas naquela cidade. A prisão do parlamentar ocorreu depois que o vereador “furou” uma barreira da Polícia Militar, montada na BR-226. A polícia informou que a venda das cédulas havia sido denunciada havia 20 dias, e que, em cada uma delas, “Remilson das Flores” faturava entre R$ 1 mil a R$ 1.500.

Após as denúncias anônimas, a polícia resolveu reforçar a fiscalização nas barreiras, ao longo da rodovia. No momento da prisão, o vereador dirigia um veículo Fiat de cor branca (placas não informadas), quando resolveu não obedecer à ordem policial para parar o automóvel. “Remilson das Flores”, de acordo com a polícia, arrancou em alta velocidade. A atitude do parlamentar levantou suspeitas, e a policiais logo deduziram que o condutor estava com a CNH irregular.

Equipes da Força Tática perseguiram o vereador, e minutos depois conseguiram interceptar o veículo. Ao fazerem a inspeção dos documentos portados pelo parlamentar, constataram que “Remilson das Flores” realmente estava com uma cédula falsificada. Um capitão da PM, que participou da prisão, disse que o vereador é suspeito de integrar uma quadrilha que se especializou em comercializar CNHs adulteradas naquele município, mas que ainda não havia sido desbaratada por falta de provas concretas.

A polícia informou ainda que outras pessoas possam estar envolvidas no esquema fraudulento. Os nomes dos compradores e dos supostos integrantes do bando, no entanto, estão sendo preservados para não atrapalhar as investigações. Sobre a lista de envolvidos, a polícia se limitou apenas em divulgar que das pessoas seria de São Luís e outra do município de Arame. Na última quarta-feira, 3, três pessoas já haviam sido presas com carteiras falsas pela PM de Grajaú.

As mesmas foram identificadas como Vanderlei Amorim Barros, Francisco das Chagas da Conceição e João Gomes Soares Filho, todos mototaxistas. Os conduzidos relataram que teriam adquirido as cédulas diretamente com o vereador Remilson Sousa da Silva. O parlamentar, entretanto, também prestou depoimento, e afirmou que, da mesma forma, também teria comprado o documento de “um homem desconhecido”.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 281 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal