Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

24/03/2007 - Portugal Digital Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia portuguesa prende advogado brasileiro suspeito de diversas fraudes


Lisboa - A Polícia Judiciária (PJ) portuguesa anunciou sexta-feira (23) a detenção pelo Departamento de Investigação Criminal de Aveiro de um advogado brasileiro, por envolvimento na obtenção fraudulenta de dupla nacionalidade por parte de cidadãos brasileiros e de cartas de condução por portugueses, noticiou a rádio TSF, de Lisboa.

O advogado, septuagenário e cuja identidade não foi divulgada pelas autoridades portuguesas, reside no Brasil, onde exerce a profissão, mas deslocava-se regularmente a Portugal, onde obteria a certificação de documentos que atestariam a relação familiar portuguesa de brasileiros que pretendiam obter dupla nacionalidade, para virem para Portugal.

O "esquema" funcionava, pelo menos desde 2005, nas zonas de Aveiro, Porto e Gaia, sem levantar suspeitas, já que, no meio de processos com documentação autêntica, fazia passar documentos falsificados no Brasil, que depois eram certificados em Portugal.

Para poder intervir junto dos serviços oficiais, servia-se de colegas advogados portugueses, o que reforçava a credibilidade perante os funcionários.

Segundo fonte policial, ainda não está totalmente determinado em quantos casos houve falsificação, pelo que foi solicitado aos serviços centrais em Portugal e às autoridades brasileiras uma análise aos documentos dos vários processos de atribuição de dupla nacionalidade instruídos por intermédio daquele advogado.

No âmbito da investigação em curso à actividade do advogado agora detido, a Polícia Judiciária deparou também com outra "frente de negócio" do advogado em Portugal, que consistia em obter cartas de condução brasileiras para portugueses que não estavam habilitados a conduzir, e que depois eram trocadas por cartas emitidas pela Direcção Geral de Viação.

Segundo um comunicado da Polícia Judiciária, o advogado foi constituído arguido e encontra-se indiciado pela prática de múltiplos crimes de falsificação de documentos. As informações são da rádio TSF.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 340 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal