Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/02/2010 - Público.pt - Última Hora Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ex-accionista da Universidade Independente detido por cheque falso de 25 milhões

Amadeu Lima de Carvalho, acionista da extinta Universidade Independente, foi detido segunda feira, juntamente com um empresário espanhol, em Lisboa, numa instituição bancária com um cheque falso de 25 milhões de euros, revelou hoje à Lusa fonte da PJ.

Amadeu Lima de Carvalho, acusado de vários crimes no processo da Universidade Independente (UNI) que está em fase de instrução, foi detido em flagrante delito e, segundo fonte da Polícia Judiciária (PJ), há cinco anos que não “apresenta declaração de IRS”, mas tem apoio judiciário de processos anteriores e vive numa casa na Lapa, em Lisboa.

De acordo com a mesma fonte, o outro detido “Operação Santa Claus” é um empresário espanhol “muito conhecido em Espanha” e “com negócios nos Emirados Árabes e Dubai”.

Amadeu Lima de Carvalho e o empresário espanhol foram detidos em flagrante delito por falsificação de documento e burla qualificada, na forma tentada.

“Após várias abordagens junto de diversas agências bancárias nacionais, do Algarve a Lisboa, foram detidos em flagrante delito quando, apresentando como garantia um cheque falso, emitido sobre um banco estrangeiro, no valor de 25 milhões de euros, procuravam obter um financiamento de igual valor numa instituição de crédito da capital”, referiu anteriormente a PJ em comunicado, em que não revelava a identidade dos arguidos.

Segundo a fonte da PJ contactada pela Lusa, o cheque falso, emitido sobre um banco estrangeiro, no valor de 25 milhões de euros, foi “abordado à banca e à terceira tentativa a PJ interveio e deteve os dois homens em Lisboa”.

Conduzidos posteriormente ao Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, a Amadeu Lima de Carvalho foi decretada a medida de coação de apresentações diárias às autoridades e ao empresário espanhol a de proibição de contactos e pagamento de caução, no valor de 7 500 euros.

Amadeu Lima de Carvalho, alegado acionista maioritário da SIDES (empresa detentora da extinta UNI) foi acusado no caso Independente de mais de 40 crimes, incluindo branqueamento de capitais, burla qualificada, corrupção e fraude fiscal, tendo chegado a estar preso preventivamente no decurso da investigação.

No âmbito do caso da Universidade Independente, em Fevereiro de 2009, após uma investigação iniciada em 2006, o Ministério Público deduziu acusação contra 26 arguidos (pessoas singulares e colectivas) por crimes de associação criminosa, fraude fiscal qualificada, abuso de confiança qualificada, falsificação de documento, burla qualificada, corrupção activa/passiva e branqueamento de capitais, entre outros ilícitos.

Na sequência do caso, a UNI foi encerrada compulsivamente a 2 de Agosto de 2007 pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, José Mariano Gago.

A PJ acrescenta, na nota informativa de hoje, que as investigações do caso do cheque falso agora ocorrido “prosseguem tendo em vista a identificação de outras situações e intervenientes”.

A intervenção da PJ esteve a cargo da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), em inquérito que corre no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 189 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal