Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

17/03/2007 - Folha do ES Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polidor suspeito de dar golpe de R$ 300 mil

Por: Wellington Cacemiro


O polidor Leandro Silva de Souza, 28 anos, foi preso na manhã de ontem por agentes da Guarda Municipal.

Ele é suspeito de estar envolvido em um golpe praticado contra empresas do setor de rochas ornamentais. Pelo menos três empresários teriam registrado queixa do fato.

Eles estimam ter perdido cerca de R$ 300 mil. O valor refere-se à transação de venda de chapas de granito.

Para adquiri-las, Leandro, que se apresentava como comprador, teria utilizado cheques em nome de correntistas da cidade de Juiz de Fora, estado de Minas Gerais. A fraude só foi descoberta quando os documentos venceram e retornaram como sustados.

Prisão

As vítimas comunicaram o fato a Guarda Municipal no início da semana. Orientadas pelo Secretário Municipal de Segurança, Fábio Mendes Glória, elas aguardaram que Leandro Silva de Souza voltasse a manter contato.

Na manhã de ontem, quando o polidor retornou a uma das empresas, localizada na Rodovia Gumercindo Moura Nunes, os empresários acionaram a Central da GM.

Ele foi detido pelo Grupo de Missões Especiais e encaminhado para a Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio (DEPATRI).

“Não está descartado que existam comparsas do suspeito e ramificações do grupo em Minas Gerais” explicou o Secretário. A suposição parte da constatação de que a maioria dos cheques é oriunda da cidade mineira de Juiz de Fora.

Parte dos documentos era furtada. Suspeita-se que alguns também sejam clonados. Em contato com os titulares das contas, as vítimas foram informadas de que os cheques haviam sido extraviados.

“Ele (Leandro) alega que jamais ia dar um golpe na cidade onde mora” contou um dos empresários que pediu para não ter o nome identificado na matéria. O caso vai ser apurado pela polícia civil.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 430 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal