Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/01/2010 - IDG Now! Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fraude do clique em anúncios online fecha 2009 em queda

Por: Juan Carlos Perez


Segundo Click Forensics, de cada 100 cliques dados entre outubro e dezembro, 15 foram fraudulentos - número menor que o do mesmo período de 2008.

A fraude do clique, uma prática que dilui a eficácia das campanhas publicitárias online que faturam por clique (Pay-per-click, ou PPC), como o serviço de buscas do Google, permaneceu em nível baixo durante o quarto trimestre de 2009, revela estudo.

A prestadora de serviços de detecção de fraudes em cliques Click Forensics afirmou na terça-feira (19/1) que a taxa de fraudes de cliques no período foi de 15,3%.

Apesar de ser superior ao índice do trimestre anterior, que foi de 14,1%, ela também representa uma queda significativa em comparação com o mesmo período de 2008, quando a taxa alcançou a alta recorde de 17,1%.

Detecção melhorada

Para a Click Forensics, a queda deve ser creditada às ferramentas de busca, às editoras da web e às redes de publicidade, que melhoraram em seu trabalho de detectar fraudes de cliques durante a temporada de festas de fim de ano.

A fraude do clique ocorre quando os anúncios do tipo PPC são clicados ou por engano, ou por malícia. Sempre que um anúncio PPC é clicado, os anunciantes pagam uma taxa às redes de publicidade online. Os anúncios PPC têm links para as páginas web dos anunciantes.

Nos casos de malícia, as editoras que exploram anúncios PPC clicam neles para aumentar a comissão que dividem com as redes de publicidade. Outro caso comum de fraude ocorre quando as empresas clicam nos anúncios de seus concorrentes para aumentar seus gastos com publicidade com cliques que não resultam em negócios.

A fraude não maliciosa ocorre quando as pessoas clicam nos PPC por engano, quando não tem interesse no produto ou serviço anunciado.

Para elaborar seu relatório, a Click Forensics monitorou o tráfego de mais de 300 redes de publicidade online.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 177 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal