Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/01/2006 - Tribuna Catarinense Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem que aplicava o golpe do “dano” é preso em Balneário Camboriú


Jaime Francisco Hoffmann, de 54 anos, natural de Major Gercino, no Vale do Rio Tijucas, foi preso na tarde desta quarta-feira, em Balneário Camboriú, acusado de estelionato. Quatro construtores da cidade acusam Jaime de aplicar o golpe do dano.
O golpe, não muito conhecido, consiste da seguinte forma - Jaime estacionava seu veículo, o Vectra de cor azul, placas KKF 4816, embaixo de construções. O próprio golpista jogava em seu carro um tijolo. Em seguida, procurava algum responsável pela obra, para que fizesse um acerto de contas do provável gasto para o reparo do automóvel. Jaime aumentava o valor dos reparos e ficava com o dinheiro.
Todos os golpes aconteceram neste mês de janeiro, sendo que o primeiro foi aplicado por Jaime no dia cinco. O fato aconteceu em uma construção localizada na Terceira Avenida, por volta das 8h30.
O construtor João Tomas Pereira, após ser comunicado pelo mestre de obras Roberto Bailer de que havia ocorrido o incidente, de tijolos cair sobre o carro de Jaime, entregou ao golpista o valor de R$ 1.200. Mais tarde, o construtor descobriu que o veiculo não foi levado para ser consertado, deduzindo, assim, um suposto golpe. No dia, o fato foi registrado na delegacia.
O Outro golpe aconteceu dia 18, na rua Izidoro Caetano, no centro da cidade. A empresária Judit Teresinha Gorges, 49, de início entregou ao golpista R$ 100, em seguida ele retornou e disse que precisava de mais R$ 250. O dinheiro foi entregue a ele.
A empresária logo depois soube de que o golpe do dano estava sendo aplicado em Balneário camboriú, por um homem em um Vectra azul, momento no qual ela soube que foi mais uma vítima.
A terceira vítima foi Ademir Cassol, 55, que no dia seguinte, 19, também foi enganado por Jaime da mesma forma. A obra em construção era na rua 3604. Cassol entregou ao golpista R$ 450. Ao tentar aplicar o golpe pela quarta vez, nesta quarta-feira, 25, Jaime acabou sendo desmascarado, pois a sua prática de ludibriar as pessoas de boa fé, já havia se espalhado entre os construtores.

A casa caiu - Por volta das 9h30, o golpista fez como de costume, estacionou seu carro embaixo de uma obra e jogou um tijolo no Vectra. O alvo seria uma construção na rua 3900, esquina com a rua Normando Tedesco, na Barra Sul. Ao ser alertado pelo mestre de obras, de que um homem estaria tentando realizar um acerto, porque um tijolo havia caído em seu carro, o empresário Ricardo Candido Figueiredo de imediato lembrou do golpe. A Polícia Militar foi acionada e todos foram até a delegacia.
Dentro do carro de Jaime foi encontrado o “kit tijolo”. As demais vítimas compareceram na delegacia e reconheceram o golpista.
Diante dos reconhecimentos e do flagrante, Jaime foi autuado pelo delegado Jorge Schlosser, por estelionato, e conduzido ao Presídio Regional de Balneário Camboriú. (AS).

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 759 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal