Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

13/01/2010 - O Diario do Norte do Paraná Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpista que prometia investir no futebol maringaense é preso em São Paulo

Por: Fábio Linjardi

Empresário português preso em São Paulo no início da semana esteve na cidade em reunião com prefeito e vereador para montar time profissional.

Um português que prometia investir no futebol de Maringá foi preso, em São Paulo, acusado de usar documentos falsos e de se passar por empresário de jogadores. Para a polícia, ele pretendia aplicar golpes no País. Alípio José Fernandes Martins, 44 anos, foi preso na segunda-feira (11) em Santo Amaro, zona sul da capital paulista, onde morava e tinha um escritório. O golpista estava com um RG de Alagoas, com o nome falso de Artur José Fernandez Martins.

Bem vestido, bom de conversa, o homem chegou a Maringá no ano passado e prometeu investir pesado no futebol da cidade, com dinheiro de investidores estrangeiros. Conseguiu em novembro uma reunião com o prefeito Silvio Barros e o vereador Zebrão, para pedir a concessão de uma área para a construção de um centro de treinamento de atletas.

Fez uma vistoria para avaliar as condições do Estádio Willie Davids, elogiou a estrutura, e falou que o projeto era administrar o futebol profissional da cidade pelos próximos dez anos. O que os políticos maringaenses ouviram não passou de mentira. De acordo com a polícia paulista, Martins se identificava como empresário de atletas para enganar donos de clubes de futebol e revistas esportivas. “Ele disse que se chamava Zé Martins, falou comigo e com o prefeito. Disse que precisava de um local para construir um centro de treinamento e que já estava se preparando para montar um time na cidade. Falou um monte de coisa”, recorda o Zebrão.

Segundo o vereador, tudo o que o português falava parecia bom demais para ser verdade. Zebrão diz que desconfiou do milagre e foi se informar sobre quem era o sujeito. “Fiz algumas ligações para saber mais sobre o cidadão, liguei até para São Paulo. Daí me falaram que ele era pilantra”, conta. Alípio Martins já está acostumado com algemas. Em novembro de 2008 ele foi preso na cidade espanhola de Vigo, acusado de lavar dinheiro para a máfia italiana por meio de uma holding, além de aplicar golpes em mais de 200 empresas.

Em 2002, ele chegou a ser vice-presidente da Sociedad Deportiva Compostela, time da segunda divisão espanhola. À época, ele aparecia na mídia como o homem que investiria dinheiro para salvar o clube catalão. A exposição na mídia espanhola, a exemplo do que aconteceu no Brasil, trouxe problemas para Martins.

Ele passou a ser alvo da investigação que resultou em sua prisão em Vigo. Segundo a imprensa espanhola, o português também já foi condenado em um tribunal de Barcelona por fraude. Para completar a ficha, ele é suspeito de participação em um atendado a bomba, que matou um casal na Espanha. No Brasil, já tramita contra ele um processo de expulsão do País.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 340 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal